Futebol

Náutico fica no 0x0 com o Londrina, pela Série B

Timbu desperdiçou muitas oportunidades no segundo tempo, mas conseguiu manter a invencibilidade na competição

Lances de Londrina x NáuticoLances de Londrina x Náutico - Foto: Ricardo Chicarelli/ Londrina EC

Londrina melhor no primeiro tempo, Náutico superior no segundo. Muitas chances de cada lado, mas nada de gols. Não veio o recorde, mas a invencibilidade continua. Diante dos paranaenses, nesta quarta (23), no estádio do Café, o Timbu não saiu do 0x0. Suficiente para manter o Alvirrubro na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, com 16 pontos, mas não para alcançar a sexta vitória seguida, não repetindo a marca do Corinthians, na Segundona de 2008. 

Aquele Náutico que normalmente pressiona o adversário nos primeiros minutos, com intensidade, foi bem diferente do time que começou a partida no estádio do Café. Em 10 minutos, o Timbu entregou duas vezes a bola de graça ao adversário, em erros de Trindade e Bryan. Ambas as chances caíram nos pés de Safira. No primeiro lance, Yago impediu a finalização do atacante. No segundo, Alex Alves precisou se esticar para evitar o gol.

A marcação do Náutico era incapaz de conter a velocidade dos contra-ataques do Londrina. Em um deles, Yago e Bryan foram facilmente driblados por Caprini. Sorte dos visitantes que o jogador do time paranaense, cara a cara com Alex Alves, mandou para fora. Tarik chegou ainda mais perto do gol, em cabeçada que acertou o travessão. 

Longe de atuar com a qualidade de um líder da Série B, o Náutico ainda conseguiu construir duas boas chances, ambas com Kieza. Na primeira, após passe de Erick, o camisa 9, na cara do gol, foi parado pelo goleiro César. Na outra, em lançamento de Giovanny, o centroavante, completamente livre, não acertou a bola. No fim da primeira etapa, a fisionomia dos atletas alvirrubros deixava nítida a sensação de chateação com o desempenho. 

O Náutico do início do segundo tempo foi diferente. Melhor defensivamente e na criação das jogadas, o Timbu só continuava carecendo de uma qualidade maior na finalização. Jean Carlos teve duas chances limpas de marcar e mandou para fora. Bryan, na área, só não fez porque César se esticou para salvar. O Timbu passou a controlar as ações ofensivas. 

Com tantas chances de gols para ambos os lados, o resultado de 0x0 foi, no mínimo, injusto. Não foi por falta de esforço que o jogo ficou sem gols. Alex e César trabalharam bem, mas também é certo que a pontaria de paranaenses e pernambucanos estava aquém do ideal. Para o Náutico, a invencibilidade continua. Já o Tubarão segue sem ganhar na Série B.


Ficha técnica

Londrina 0
César; Ricardo (Talison), Marcondes, Augusto e Luiz Henrique; Tarik (Jean), Safira (Tiago Orobó), Mateus Bianqui (Adenilson) e Caprini; Salatiel (Júnior Pirambu) e 

Marcelo Freitas. Técnico: Roberto Fonseca

Náutico 0
Alex Alves; Hereda, Yago, Camutanga e Bryan; Trindade (Djavan), Rhaldney (Marciel) e Jean Carlos; Erick (Matheus Carvalho), Giovanny (Paiva) e Kieza. Técnico interino: Guilherme dos Anjos

Local: Estádio do Café (Londrina/PR)
Árbitro: Rodrigo da Fonseca Silva (MT). Assistentes: Fabio Rodrigo Rubinho e Marcelo Grando (ambos do MT)
Cartões amarelos: Jean (L); Trindade (N)

Veja também

Hugo Calderano vence sul-coreano e se classifica para as quartas do tênis de mesa
Jogos Olímpicos

Hugo Calderano vence sul-coreano e se classifica para as quartas do tênis de mesa

Simone Biles deixa disputa por equipes na ginástica feminina
Olimpíadas

Simone Biles deixa disputa por equipes na ginástica feminina