Náutico não consegue vitória e é eliminado do Nordestão

Caso tivesse conseguido os três pontos, a classificação estaria garantida pela vitória do Bahia sobre o Botafogo/PB

Jobson, volante do NáuticoJobson, volante do Náutico - Foto: Divulgação /Náutico

O resultado que o Náutico desejava aconteceu. Em João Pessoa, o Bahia venceu o Botafogo/PB pelo placar de 2x0. Mas faltou justamente aquilo que todos os alvirrubros já aguardavam como certo: uma vitória simples sobre o Altos/PI, nesta quinta-feira, no estádio Albertão, em Terezina. Após sair na frente, logo no início do jogo, o Timbu sofreu uma virada durante o primeiro tempo e teve a sua condição complicada no jogo. Apesar de o empate ter sido alcançado ainda na etapa inicial, as investidas dos comandados de Roberto Fernandes não foram suficientes, e o resultado ficou mesmo no 2x2. Assim, os pernambucanos deram adeus a Copa do Nordeste.

Assim como prometido, o técnico Roberto Fernandes mandou a campo uma equipe mista para encarar o Altos. E como tem sido natural nesta campanha do Timbu na Copa do Nordeste, o nível técnico da equipe não apresentou nenhuma diferença, em comparação a quando a força máxima da equipe está atuando. E nos primeiros minutos do jogo, foram os alvirrubros os donos do jogo. Natural, afinal apenas o resultado positivo interessava, além do fato de os adversários piauienses não terem compromisso com o jogo. E o primeiro gol do jogo não demorou a acontecer.

Aos 13 minutos, após cobrança de escanteio, Jobson recebeu na entrada da área e levantou com muita categoria na cabeça de Rafael Ribeiro, que só teve o trabalho de empurrar de cabeça para o fundo do gol de Gideão. Com o 1x0, a esperança na classificação foi aflorada. Até que aos 25, o primeiro balde de água fria foi sentido, por conta de um pênalti para o Altos. No lance, Bryan cortou a bola com o braço e a arbitragem marcou a infração. Na cobrança, Dos Santos empatou o jogo.

A situação piorou aos 35, quando Manoel virou o jogo para os donos da casa. Detalhe: em João Pessoa, o Bahia já vencia o Botafogo por 2x0. No último minuto do primeiro tempo, No entanto, a volta da esperança. Jobson iniciou a jogada e achou Fernandinho na área. O atacante chutou forte. Gideão deu o rebote e o próprio Jobson apareceu sozinho na área para empurrar e empatar o jogo.

No segundo tempo, a partida ficou aberta. O Náutico permaneceu na busca do gol da vitória. E a equipe do Altos permaneceu como um adversário indigesto. E lances de perigo acabaram sendo protagonizados pelas duas equipes. Foi um momento, inclusive, que uma forte chuva caiu sobre o estádio Albertão. E o placar se manteve, para a eliminação do Timbu.

FICHA DE JOGO

ALTOS

Gideão; Tote (Vágner), Leone, Alisson e Netinho (Everton); Dos Santos, Marconi, Esquerdinha, Manoel e Alex Mineiro (Douglas Camilo); Joelson. Técnico: Paulinho Kobayashi

NÁUTICO

Bruno; Bryan, Rafael Ribeiro, Richard e Gabriel Araújo; Hygor, Jobson, Wendel; Clebinho (Daniel Bueno), Odilávio e Fernandinho (Rogerinho). Técnico: Roberto Fernandes.

Local: Estádio Albertão, em Teresina
Árbitro: Avelar Rodrigo da Silva (CE)
Assistentes: Anderson Moreira de Farias e Renan Aguiar da Costa (Ambos do CE)
Gols: Rafael Ribeiro (aos 13 do 1ºT); Dos Santos (aos 25 do 1ºT); Manoel (aos 35 do 1ºT); Jobson (aos 46 do 1ºT)
Cartões amarelos: Rafael Ribeiro (Náutico); Dos Santos, Alex Mineiro, Tote, Netinho (Altos)
Público e renda: Não divulgados

Veja também

Bahia faz gol contra e perde para o Melgar na ida da Copa Sul-Americana
Futebol

Bahia faz gol contra e perde para o Melgar na ida da Copa Sul-Americana

CRB enfrenta surto de casos de Covid-19 no elenco e vê dilema na Série B
Coronavírus

CRB enfrenta surto de casos de Covid-19 e vê dilema na Série B