Náutico perde na Bahia e segue na zona do rebaixamento

Náutico foi dominado pela Juazeirense, que venceu por 2x0, neste sábado (19), pela sexta rodada da Série C

Náutico perde para o Juazeirense na casa do adversário: quase uma rotina em 2018Náutico perde para o Juazeirense na casa do adversário: quase uma rotina em 2018 - Foto: Leo Lemos/Náutico

Precisando vencer para melhorar de condição na Série C, o Náutico visitou a Juazeirense, neste sábado (19), mas acabou sofrendo mais um revés do Brasileiro. Com gols de Jussimar e Vítor Sapo, ambos no primeiro tempo, a Juazeirense venceu por 2x0. Com o resultado, o Náutico segue somando quatro pontos, na nona posição, enquanto o time baiano foi aos nove e, temporariamente, entrou no G4 do Grupo A - aguardando complemento da sexta rodada. Na próxima rodada, domingo (27), o Timbu recebe o Globo/RN, na Arena de Pernambuco. Já a Juazeirense visita o Salgueiro, atual lanterna da chave, no sábado (18).

Em uma tarde pouco inspirada, o Náutico viu os baianos dominarem a partida. Os 15 minutos iniciais foram dominados pela Juazeirense, que, para não gastar todo o fôlego no primeiro tempo, diminuiu o ritmo depois disso e priorizou a qualidade nos contra-ataques rápidos.  

Era o momento de o Timbu crescer, mas o time não conseguiu construir boas jogadas no setor ofensivo e acabou vendo os donos da casa abrirem o placar aos 23 minutos. Após cobrança de falta de Juninho Tardelli, Vítor Sapo escorou de cabeça, a bola sobrou na área alvirrubra e Jussimar colocou no fundo das redes. 

Leia também:
Dudu Capixaba aguarda definição sobre permanência
Inspirado em interinos da Série A, Dudu tenta se consolidar no Náutico

Com muita dificuldade na criação, o time pernambucano não apresentava evolução na partida, enquanto a Juazeirense seguia investindo nas jogadas pelas laterais do campo e cruzamentos na área. Em mais uma descida rápida dessas, Carlinhos cruzou, Luiz Henrique falhou ao tentar cortar e, mesmo com outros dois jogadores do Náutico na área, a bola chegou em Vítor Sapo, que ampliou aos 43. 

No segundo tempo, Dudu Capixaba tentou mexer no time, que se mostrou mais solto na partida. Contudo, a fragilidade ofensiva ficou evidenciada pelas fracas finalizações, principalmente de Dudu e Lelê. A Juazeirense manteve a postura de buscar o jogo e, em diversas oportunidades, teve a chance de fazer o terceiro gol. Quem salvou o Náutico, em pelo menos três lances, foi o goleiro Bruno. "A gente tem que mudar essa postura para sair dessa situação", disse o defensor. "Está na cara que a gente tem que corrigir muitas coisas", emendou Ortigoza. 

Ficha do jogo 

Juazeirense 2
Bruno Neri, Carlinhos, Júnior Gaúcho, Eron e Deca; Wagner, Patrick (Capone), Juninho Tardelli e Vítor Sapo; Toni Galego e Jussimar. Técnico: Ailton Silva

Náutico 0
Bruno; Luiz Henrique, Camutanga, Negretti e Tiago Costa; Jhonnatan, Jobson (Régis), Dudu (Tharcysio) e Robinho (Rafael Assis); Lelê e Ortigoza. Técnico: Dudu Capixaba

Local: Adauto Moraes (Juazeiro/BA)
Árbitro: Joao Batista de Arruda (RJ)
Assistentes: Joao Luiz Coelho de Albuquerque e Gabriel Conti Viana (ambos do RJ) Gols: Jussimar (aos 23 do 1ºT) e Vítor Sapo (aos 43 do 1ºT)
Cartões amarelos: Wagner (Juazeirense), Jobson, Robinho, Ortigoza e Lelê (Náutico)
Público: 947 torcedores
Renda: R$ 15.400 

 

 

Veja também

Com Louzer de olho, Sport visita Sete de Setembro, pelo Estadual
Campeonato Pernambucano

Com Louzer de olho, Sport visita Sete de Setembro, pelo Estadual

Com VAR, Clássico das Multidões será marcado por encontro entre opostos
Campeonato Pernambucano

Com VAR, Clássico das Multidões será marcado por encontro entre opostos