Náutico perde para Guarani e está eliminado da Copa do Brasil

Derrota coloca em xeque permanência do técnico Dado Cavalcanti

A má fase do Náutico parece não ter prazo de validade. Após tropeços no Campeonato Pernambucano e na Copa do Nordeste, o time acumulou mais uma decepção. A equipe foi derrotada por 1x0 para o Guarani de Juazeiro, no Romeirão, pela Copa do Brasil, na noite desta quarta-feira (15).

Um resultado que custou caro ao bolso do clube e pode interferir diretamente no planejamento alvirrubro para o restante da temporada. Com o revés, os pernambucanos foram eliminados de forma precoce do torneio, deixando de faturar R$ 315 mil. Pior: foi a quarta derrota seguida em 2017, ampliando a crise e colocando em xeque a permanência do técnico Dado Cavalcanti. Uma noite de muitos prejuízos dentro e fora do gramado.

Sem Maylson, que foi afastado por conta de problemas com a comissão técnica, Dado Cavalcanti optou por colocar Alison na frente, voltando ao esquema com três atacantes. A equipe demorou a encaixar, sofrendo pressão nos primeiros 10 minutos. Depois, com o jogo mais equilibrado, os visitantes passaram a se soltar.

Erick, pela direita, e Jefferson Nem, pela esquerda, eram os alvos de Marco Antônio na hora de armar os contra-ataques. Do outro lado, a aposta era pelo alto. Regineldo quase abriu o placar em toque de cabeça por cobertura. Tiago precisou se esticar para evitar o pior.

Nos primeiros 45 minutos, o Náutico mostrou o leque de defeitos que tem comprometido a equipe neste início de temporada. Alison seguia isolado na frente. João Ananias e Rodrigo Souza tinham dificuldade em fechar a marcação pelo meio. Erick tentava, em vão, resolver tudo sozinho. O Timbu até criava, mas faltava alguém com capacidade de colocar a bola nas redes.

O Náutico tinha a vantagem do empate. Mas ela durou apenas até os oito minutos da etapa final. Tiago Cardoso novamente foi o pivô de mais um gol tomado pelo Timbu. Justo ele, que salvou o time em dois lances anteriores, acabou falhando ao ceder rebote em um cruzamento. Italo aproveitou e colocou o Guarani na frente.

O gol transformou o jogo em ataque contra defesa - embora o Guarani ainda explorasse bem alguns contragolpes, fazendo até um tento que foi anulado corretamente. Juninho, Alison, Erick e tantos outros tentaram, sem sucesso, salvar o clube do pior. O desespero era tão grande que até Páscoa ficou na área para aproveitar os diversos cruzamentos. No fim, a festa foi do Leão cearense. O Náutico está fora da Copa do Brasil e cada vez mais afundado na crise.

Ficha do jogo 

Guarani de Juazeiro 1

Fábio; Talisson (Luis Gustavo), Regineldo, Pedro Lucas e Zé Aquiraz; Dim, Da Silva, Adenílson e Leílson; Ronda e Italo (Sadrak). Técnico: Washington Luiz

Náutico 0

Tiago Cardoso; Joazi, Tiago Alves, Ewerton Páscoa e Giovanni (Manoel); João Ananias, Rodrigo Souza (Cal) e Marco Antônio; Erick, Alison e Jefferson Nem (Juninho). Técnico: Dado Cavalcanti

Local: Romeirão (Juazeiro do Norte/CE)
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI). Assistentes: Mauro Cezar Evangelista de Sousa (PI) e Flavio Gomes Barroca (RN).
Gols: Italo (aos 8 do 2ºT)
Cartões amarelos: Ewerton Páscoa, Erick (N)

 

Veja também

Em jogo sonolento, Santa e Salgueiro ficam no 0x0, no Arruda
Campeonato Pernambucano

Em jogo sonolento, Santa e Salgueiro ficam no 0x0

COI diz que Jogos Olímpicos não serão afetados por estado de emergência em Tóquio
Olimpíada

COI diz que Jogos Olímpicos não serão afetados por estado de emergência em Tóquio