Náutico persegue vitória em clássico nos Aflitos em 2019

Alvirrubros ainda não conseguiram vencer um rival local no estádio desde a sua reabertura. Nova chance será neste sábado, contra o Santa

Wallace, atacante do NáuticoWallace, atacante do Náutico - Foto: Léo Lemos/Náutico

De olho na liderança do Grupo A da Série C e, claro, pensando em acabar com as chances de o rival avançar ao mata-mata, o Náutico buscará os três pontos diante do Santa Cruz, sábado, nos Aflitos, pela última rodada da primeira fase. Para isso, o Timbu precisará apagar um incômodo jejum na temporada. Desde a reabertura do Eládio de Barros Carvalho, o clube não conseguiu vencer um clássico sequer.

Em 2019, o estádio dos Aflitos foi palco de dois Clássicos das Emoções e um Clássico dos Clássicos. Nos duelos perante o Santa Cruz, os jogos terminaram empatados, com um 2x2 na Copa do Nordeste e 0x0 no Campeonato Pernambucano. Contra o Sport, derrota por 1x0, na partida de ida da final do Estadual. O último clássico que os alvirrubros venceram em seus domínios foi seis anos atrás, antes da ida para a Arena de Pernambuco, “casa” do time entre 2013 e 2018. O Náutico ganhou por 2x1 do Tricolor, pela semifinal do Pernambucano.

O Náutico disputou 21 partidas nos Aflitos na temporada. Foram 14 vitórias, quatro empates e três derrotas. Aproveitamento de 73%. Na Série C, o time ganhou cinco, empatou duas e perdeu uma (70%). O clube venceu os últimos quatro jogos como mandante, contra Botafogo/PB, Treze, Confiança e Sampaio Corrêa, respectivamente.

Segundo colocado do Grupo A, com 30 pontos, o Náutico pode terminar em primeiro se vencer o clássico, somado ao empate ou derrota do líder Sampaio Corrêa, 31, para o Imperatriz/MA, no Castelão. Se empatarem o jogo diante do Santa Cruz, o topo da chave só será do Timbu se a Bolívia Querida for derrotada. As equipes teriam a mesma pontuação, mas os alvirrubros levariam vantagem no saldo de gols.

Em caso de derrota, o Náutico não terminará na liderança, mas também não terá seu segundo lugar ameaçado. Isso porque os demais times que brigam por uma vaga no G4, casos de Imperatriz/MA, Confiança, Santa Cruz, Ferroviário e Botafogo/PB, não alcançarão a pontuação do Timbu.

Se terminar no topo, o Náutico enfrentará o quarto colocado do Grupo B. Caso fique em segundo, os dois jogos do mata-mata serão diante do terceiro. O G4 do bloco que reúne os representantes de Norte, Centro-Oeste, Sul e Sudeste do Brasil é composto atualmente por Juventude (1º, com 28 pontos), Paysandu (2º, com 27), Remo (3º, com 26) e Ypiranga/RS (4º, com 25).

Leia também:
Álvaro comemora gol e visa sequência no Náutico
Paulinho sai mais cedo de treino e vira dúvida para clássico

Veja também

Triatleta erra traçado de prova, e rival permite que ele recupere posição
Triatlo

Triatleta erra traçado de prova, e rival permite que ele recupere posição

Recuperado da Covi-19, Mbappé comanda vitória do PSG sobre o Nice
Campeonato Francês

Recuperado da Covi-19, Mbappé comanda vitória do PSG sobre o Nice