Náutico recebe Cuiabá pela Copa do Brasil

Quem avançar na competição receberá R$ 1,8 milhão; Wallace Pernambucano é dúvida para o jogo

Robinho fez bom ano com a camisa alvirrubraRobinho fez bom ano com a camisa alvirrubra - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

O Náutico está se acostumando a fazer "finais" em um curto intervalo de tempo em 2018. Afinal, jogos que valem classificação e premiações robustas para os cofres não pode ser encarados de outra forma. Nesta quarta (28), às 19h30, o desafio é diante do Cuiabá, na Arena de Pernambuco, pela partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil. A volta será dia 14 de março, na Arena Pantanal. Quem passar vai receber R$ 1,8 milhão. Enquanto a Série C não começa, é o mata-mata nacional a “menina dos olhos” do Timbu.

De olho em abrir boa vantagem, o técnico Roberto Fernandes não divulgou a escalação alvirrubra. "Tenho uma ideia, mas não vou adiantar. A última vez que o Náutico passou da terceira fase da competição foi em 1990. Pegaremos um adversário de Série C e será um termômetro interessante para avaliar o nível de equipes que encontraremos depois (no Nacional)", afirmou o treinador.

Para o confronto, a diretoria alvirrubra fez uma promoção relâmpago e colocou dois mil ingressos ao custo de R$ 15. "A torcida precisa abraçar o time. Cada recurso faz diferença no planejamento do ano. Os torcedores tem que pensar não somente no que o clube faz por eles, mas também o que eles fazem pelo clube”, disse o vice-presidente de futebol, Diógenes Braga.

O Náutico deve colocar em campo praticamente o mesmo time que jogou diante do Bahia, na rodada passada pela Copa do Nordeste. Destaque contra o Flamengo de Arcoverde, pelo Campeonato Pernambucano, o prata da casa Robinho deve seguir na vaga de Fernandinho, que se recupera de uma lesão na coxa direita. Em contrapartida, o Timbu corre o risco de não contar com seu artilheiro em 2018, autor de seis gols. O meia Wallace Pernambucano sentiu dores na coxa direita e será avaliado até momentos antes da partida para saber se terá condições de atuar. O atleta participou do treinamento e deixou os alvirrubros otimistas. Caso seja vetado, Ortigoza começará entre os titulares.

Cuiabá


Sobre o adversário, Roberto frisou que as equipes estão em patamares semelhantes, descartando favoritismo para qualquer um dos lados. "Por ter disputado algumas vezes a Série C, conheço o Cuiabá. Tem estrutura boa e é organizado financeiramente. Podemos dizer que eles têm um orçamento melhor que o nosso. Tem um belo CT, também joga em Arena e tem um excelente treinador, o Itamar (Schulle). Ele foi campeão paranaense com o Operário e prima muito por jogadores de força. Será uma partida perigosa e precisamos propor jogo, mas sem se expor. Não há favoritos”, pontuou.

Náutico

Bruno; Thiago Ennes, Breno, Camutanga e Kevyn; Negretti, Josa e Júnior Timbó; Robinho, Wallace Pernambucano (Ortigoza) e Medina. Técnico: Roberto Fernandes

Cuiabá
Zé Carlos; Weriton, Ednei, Marcelo Xavier, Quaresma; Jean, Magno, Hiltinho e Doda (Tiago Etges); Bruno Alves e Jenison. Técnico: Itamar Schulle

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata/PE)
Horário: 19h30
Árbitro: Wanderson Alves de Sousa (MG). Assistentes: Sidmar dos Santos Meurer e Marcus Vinicius Gomes (ambos de MG)
Transmissão TV: Premiere
 

Veja também

Diógenes Braga é o novo presidente do Náutico para o biênio 2022-2023Eleições

Diógenes Braga é o novo presidente do Náutico para o biênio 2022-2023

Fim da votação: confira as expectativas dos candidatos à presidência do NáuticoEleições

Fim da votação: confira as expectativas dos candidatos à presidência do Náutico