Náutico repleto de desfalques no treino desta segunda

Hereda, Diego Silva, Josa, Jorge Henrique e Robinho ficaram fora da atividade; Luiz Henrique saiu mais cedo, enquanto Maylson e Danilo Pires seguem na transição

Hereda, lateral de 20 anos do NáuticoHereda, lateral de 20 anos do Náutico - Foto: Léo Lemos/Divulgação/Náutico

O técnico Márcio Goiano teve dificuldades para montar o time do Náutico no treinamento desta segunda (6), no CT Wilson Campos. Nada menos do que sete jogadores não participaram da primeira atividade visando o confronto diante do Botafogo/PB, quinta (9), no Almeidão, pela semifinal da Copa do Nordeste. Além disso, um dos titulares deixou o trabalho mais cedo.

Duas ausências já eram esperadas. Os meias Maylson e Danilo Pires seguem em fase de transição. O primeiro se recupera de uma lesão na coxa, enquanto o segundo desfalcou o Náutico nos últimos jogos por conta de uma lesão grau um na coxa direita, sendo substituído por Jiménez. A dupla ainda não foi descartada para o duelo ante os paraibanos, mas tem chances remotas de entrar em campo. Caso semelhante ao do atacante Jorge Henrique, que também está em processo de transição, recuperando-se de uma contusão na panturrilha direita.

O volante Josa está se recuperando de uma virose e foi poupado do treino. Ao menos por enquanto, o capitão não preocupa para a próxima partida. O mesmo não pode ser dito sobre o trio formado pelos pratas da casa Hereda, Diego e Robinho.

“Hereda sentiu um desconforto na região interna do joelho esquerdo. Melhorou hoje e amanhã o liberaremos para o trabalho de campo para ver a resposta que ele vai dar. É possível que treine normalmente e que esteja à disposição do treinador para o jogo de quinta”, afirmou o médico do clube, Rodrigo Sales. “Já Diego tem uma lesão posterior na coxa direita. Está com cinco dias de recuperação. Ele deve seguir na fisioterapia com a gente por mais alguns dias”, completou. Sendo assim, o defensor está vetado e deve ser substituído por Camutanga. Por fim, Robinho não treinou por conta de um cansaço muscular e deve retornar aos trabalhos na terça (7).

Luiz Henrique


O meia Luiz Henrique iniciou a atividade normalmente com os demais atletas, mas deixou o gramado antes do fim. “Ele sentiu um desconforto na panturrilha após um trauma. Como é contusão, o prognóstico é melhor. Poupamos o jogador do restante do treino”, disse.

Leia também:
Náutico vence Imperatriz em jogo de seis gols nos Aflitos
Goiano elogia atuação, mas liga alerta com bola aérea defensiva

Veja também

“Não dá tempo para lamentar, não pode abaixar a cabeça”, diz Jair Ventura após derrota do Sport
Sport

“Não dá tempo para lamentar, não pode abaixar a cabeça”, diz Jair Ventura após derrota do Sport

Após nova intervenção decisiva do VAR, Sport perde no Rio para o Fluminense por 1 a 0
Sport

Após nova intervenção decisiva do VAR, Sport perde no Rio para o Fluminense por 1 a 0