Náutico tem dia de decisão em busca de sonhada vaga na Série A

Bater o Oeste/SP, na Arena PE, e esperar por um tropeço de Bahia ou Vasco. Eis a tarefa dos alvirrubros neste sábado

Armando Monteiro (PTB) x Paulo Câmara (PSB) Armando Monteiro (PTB) x Paulo Câmara (PSB)  - Foto: Divulgação/Folha de Pernambuco

Noventa minutos é o tempo que o Náutico tem para construir uma história, espantar fantasmas e superar traumas. Dentro das quatro linhas, carregando uma bola e com a Arena de Pernambuco lotada as possibilidades se multiplicam, transcendem qualquer possibilidade de prognóstico, mas é possível. Vencer o Oeste/SP e torcer por um empate do Vasco ou derrota do Bahia é o que basta para retornar à Série A após três anos, limpando a imagem deixada na principal divisão do futebol nacional em 2013. E, ainda por cima, no dia 26 de novembro, data do 11º aniversário da fatídica Batalha dos Aflitos. Com competência e um pouco de sorte, o momento é de colocar o clube de volta aos trilhos e reacender a chama do torcedor, adormecida nos últimos anos.

Reconduzir o Timbu às conquistas foi uma missão dada a Givanildo Oliveira, conhecido como o Rei do Acesso, no início de setembro. Naquele momento a situação era complicada e apenas uma campanha de time campeão daria condições de lutar para subir. Foi o que aconteceu na sequência de seis vitórias seguidas na impressionante arrancada ao G4. Entretanto, tropeços nas rodadas finais atrapalharam os planos, mas não eliminaram as chances de alcançar a sétima ascensão de divisão do treinador.

“Primeiro temos de ganhar e depois esperar para ver o que acontece. Tive uma conversa longa durante a semana com os jogadores mostrando a importância desta rodada e eles sabem disso. Estamos vivos e precisamos fazer a nossa parte. Todos estão confiantes, acreditando e vai ser assim até o final”, ressaltou o comandante alvirrubro.

A ansiedade durante a semana foi inevitável, porém, tudo ocorreu como o planejado e Givanildo Oliveira tem praticamente todo o elenco à disposição. Portanto, montará a equipe da forma ideal, embora não tenha confirmado a escalação, para o jogo decisivo diante de um adversário difícil, que gosta de manter a posse de bola. As principais dúvidas são no meio-campo entre Maylson ou Rodrigo Souza e Marco Antônio e Esquerdinha. Apenas momentos antes de a bola rolar a equipe será divulgada.

Oeste/SP
Ao observar o outro lado da moeda percebe-se o quanto o duelo desta tarde será tenso e recheado de expectativas. O Rubrão, na 16ª posição com 38 pontos, também joga a vida na Arena de Pernambuco e precisa vencer para escapar do rebaixamento. Em caso de resultado negativo, a equipe paulista pode ser ultrapassada pelo Joinville e cair para a Série C do Campeonato Brasileiro. Diante do Timbu, o técnico Fernando Diniz não contará apenas com os meias Daniel Simões e Ma-theus Vargas, machucados.

Veja também

Thiago Duarte comemora vitória do Santa Cruz e fala em evolução da equipe
Futebol

Thiago Duarte comemora vitória do Santa Cruz e fala em evolução da equipe

Central empata com Vitória da Conquista e permanece invicto na Série C
Futebol

Central empata com Vitória da Conquista e permanece invicto na Série C