Náutico tenta quebrar ‘maldição’ de líder no Estadual

Nenhuma equipe que terminou a primeira fase no topo conseguiu levantar a taça

Náutico decide a final com o Central Náutico decide a final com o Central  - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Além de encerrar o jejum de 14 anos sem título, o Náutico pode acabar também com uma “maldição” que tem assolado os líderes do Campeonato Pernambucano nos últimos anos. Desde 2011, o time que encerra a primeira fase no topo da classificação não consegue terminar a competição como campeão. O Timbu ficou na liderança da fase inicial, seguido pelo Central, vice-líder e time que duelará com os alvirrubros na decisão.

O Náutico foi líder nos anos de 2011, 2014 e 2016. No primeiro, caiu nas semifinais para o Sport. Depois, chegou até a decisão e novamente foi superado pelo Leão. Duas temporadas seguintes, a equipe parou nas semifinais quando encontrou o Santa Cruz.

O Sport foi líder em 2012, 2013 e 2015. Nos dois primeiros casos, foi vice-campeão – o título ficou com o Santa. No outro ano em questão, o Tricolor também levou o caneco, mas a decisão foi perante o Salgueiro.

Leia também:
Roberto Fernandes rechaça favoritismo do Náutico
Central e Náutico não saem do 0x0 e decisão fica em aberto

No ano passado, a liderança da primeira fase ficou com o Salgueiro, mas os sertanejos perderam a final para o Sport.

Liderança não significa título...

PE 2011 - NAUTICO LÍDER / SANTA CAMPEÃO
PE 2012 - SPORT LÍDER / SANTA CAMPEÃO
PE 2013 - SPORT LÍDER / SANTA CAMPEÃO
PE 2014 - NAUTICO LÍDER / SPORT CAMPEÃO
PE 2015 - SPORT LÍDER / SANTA CAMPEÃO
PE 2016 - NAUTICO LÍDER / SANTA CAMPEÃO
PE 2017 - SALGUEIRO LÍDER / SPORT CAMPEÃO

Veja também

Cristiano Ronaldo marca duas vezes no empate entre Juve e Roma pelo Italiano
Campeonato Italiano

Cristiano Ronaldo marca duas vezes no empate entre Juve e Roma pelo Italiano

Wawrinka vence Murray na primeira rodada de Roland Garros
Roland Garros

Wawrinka vence Murray na primeira rodada de Roland Garros