Náutico visita Central no Lacerdão pelo Pernambucano 2018

Timbu é o atual líder da competição, com a vitória conquistada diante do América, por 3x2, na Arena

Alvirrubros comemoram gol  Alvirrubros comemoram gol  - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Sem tempo para comemorar a vitória por 3x2 diante do América, na última sexta, na Arena de Pernambuco, pela estreia do Campeonato Pernambucano 2018, o Náutico já volta a campo neste domingo. A equipe visita o Central, no Lacerdão, em encontro válido pela segunda rodada do torneio. O duelo encerra a sequência de três partidas em cinco dias que o Timbu teve nesta semana, iniciada no confronto da quarta passada, perante o Altos/PI, no empate em 2x2 pelo Grupo C da Copa do Nordeste. Um fim de maratona com um clima de mais confiança após o resultado que fez o clube assumir provisoriamente a liderança do Estadual, com três pontos - a equipe foi a única a vencer na rodada inicial da competição.

O Náutico que vai encarar a Patativa fora de casa deve ser completamente diferente do que enfrentou o América. Isso porque o Timbu tem seguido o planejamento de não colocar em campo atletas com menos de 66 horas de descanso de uma partida para outra - período mínimo estabelecido pelo regulamento geral de competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A tendência é que o técnico Roberto Fernandes escale os atletas que foram poupados na rodada anterior, como o zagueiro Rafael Ribeiro, o meia Wallace Pernambucano e o centroavante Daniel Bueno. Outros, que atuaram nos dois últimos jogos, devem ganhar uma folga no fim de semana. Casos do lateral-direito Thiago Ennes e do atacante Fernandinho, um dos artilheiros da equipe na temporada, com dois gols. Já Camutanga está suspenso após ter recebido cartão vermelho na partida passada.

Veja também

Sport renova esperança por dias melhores após estreia no Brasileirão
FUTEBOL

Sport renova esperança por dias melhores após estreia no Brasileirão

Santa deve ficar alerta para disparidade entre ataque e defesa
FUTEBOL

Santa deve ficar alerta para disparidade entre ataque e defesa