Náutico vive “Wallacedependência” cada vez maior

Quando Wallace está inspirado, Timbu não sai derrotado: atacante foi decisivo em todos os pontos conquistados até o momento

Wallace marcou o gol do Náutico no jogoWallace marcou o gol do Náutico no jogo - Foto: Léo Lemos/Náutico

Somando Copa do Nordeste e Campeonato Pernambucano, o Náutico coleciona seis partidas em 2019, com duas vitórias, um empate e três derrotas. Um aproveitamento de 38,8%. Em todos os pontos conquistados até o momento, um detalhe em comum: Wallace Pernambucano. Quando o “tanque”, como tem sido chamado por alguns torcedores, está inspirado, o Timbu não sai derrotado. Foi assim nas vitórias por 2x0 e 5x0, perante Sergipe (Nordestão) e Petrolina (Estadual), respectivamente, além do empate em 1x1 com o Salgueiro, pelo Regional. Uma “Wallacedependência” cada vez maior na temporada.

Com quatro gols em seis jogos, Wallace é o artilheiro do Náutico em 2019. Adotou sem problemas a missão de ser a referência ofensiva e está bem adaptado ao posto de centroavante. O vigor físico também tem sido decisivo na boa fase, tanto na hora de fazer o pivô como também para puxar os contra-ataques. Contra o Salgueiro, no fim de semana, ele chamou atenção pelo posicionamento na área, marcando um belo gol em um chute de primeira. Diante de Sergipe e Petrolina, duas dobradinhas: bola na rede e assistência para gol.

O desempenho de Wallace, inclusive, é idêntico ao das primeiras rodadas de 2018. Ele também marcou quatro gols nos seis primeiros jogos que disputou pelo Timbu. Na ocasião, balançou as redes contra Altos/PI, Sport e Vitória/PE. Outra semelhança é o status de “segundo protagonista” do elenco. Ano passado, o principal nome do Alvirrubro era o paraguaio Ortigoza. Neste, a peça de maior status é o atacante Jorge Henrique. A diferença está na atuação de ambas estrelas.

Leia também:
Salgueiro e Náutico ficam no 1x1 pela Copa do Nordeste
Sueliton destaca evolução defensiva no Náutico 

Ortigoza começou a se destacar assim que chegou ao Náutico. Logo na estreia, marcou um gol e deu assistência para outro. Rapidamente caiu nas graças da torcida. Já Jorge ainda não desencantou pelo Timbu. Teve atuações apagadas em todas as quatro partidas que fez. Mais recuado no esquema proposto pelo técnico Márcio Goiano, o atleta muitas vezes se sacrificou mais na ajuda na marcação do que na criação das jogadas.

Enquanto Jorge não desencanta, Wallace segue como grande nome do clube em 2019. Um fator, porém, preocupa os alvirrubros. Ele é um dos cinco atletas que jogou todos os jogos da temporada. Os demais são o zagueiro Sueliton, o lateral-esquerdo Assis e os meias Luiz Henrique e Fábio Matos. A tendência é que o “tanque” seja poupado já na quarta, contra o Vitória/PE, nos Aflitos, pela quarta rodada do Pernambucano. Se Wallace não estiver em campo, o Timbu precisará mostrar que consegue vencer sem seu craque.

Veja também

As estatísticas da Série B brasileira
Série B

As estatísticas da Série B brasileira

Inter vira no fim, quebra jejum contra Grêmio e amplia vantagem na ponta
Campeonato Brasileiro

Inter vira no fim, quebra jejum contra Grêmio e amplia vantagem na ponta