Náutico x Sampaio Corrêa, nos Aflitos, pela Copa do Nordeste
Náutico x Sampaio Corrêa, nos Aflitos, pela Copa do NordesteFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Quem vê o Náutico invicto há 11 jogos e nas primeiras colocações do Campeonato Pernambucano pode até esquecer que, na Copa do Nordeste, o clube ainda está em situação embolada. Sexto colocado do Grupo B, com seis pontos, o Timbu está dois pontos abaixo do G4. E para deixar a situação mais complicada, tem apenas um ponto a mais que o Moto Club/MA, lanterna. Olhando para o alto, a equipe entra em campo diante do CRB/AL, nesta quinta-feira (14), no Rei Pelé, em Alagoas. Um triunfo aumentará a invencibilidade em 2019 e colocará os alvirrubros na briga pela classificação ao mata-mata do Nordestão.

Parte da sequência sem derrotas do Náutico na temporada aconteceu na Copa do Nordeste. Depois do tropeço na estreia, por 3x1, perante o Fortaleza, nos Aflitos, o Náutico venceu duas vezes (Sergipe e Sampaio Corrêa) e empatou outra duas (Salgueiro e Santa Cruz). Já o adversário, quarto colocado do Grupo B, empatou todos os cinco jogos que fez no torneio.

O CRB, que jogará a Série B no meio do ano, será o terceiro time que o Náutico enfrentará em 2019 que ocupa uma das duas principais divisões do futebol brasileiro. Os outros foram Fortaleza (Série A) e Sport (Série B). Até o momento, o retrospecto é ruim, com duas derrotas. O Timbu só venceu em 2019 clubes da mesma divisão que a sua (Sampaio) ou em situação inferior, como as equipes do interior de Pernambuco e o Sergipe (Série D).

Leia também:
Náutico tem quarta maior invencibilidade do Brasil em 2019
Bruno analisa evolução da defesa do Náutico
Robinho comemora recuperação do Náutico no Nordestão


Para o confronto regional, o Náutico pode ganhar o retorno de duas peças experientes do elenco. Recuperados de lesão, o lateral-esquerdo Assis e o atacante Jorge Henrique voltaram a trabalhar com bola nesta semana e ficam à disposição do treinador. “Jorge Henrique conseguiu ter um retorno mais antecipado. Sei que, independente se ele iniciar ou não a partida, poderá nos ajudar, assim como Assis. Temos um grupo forte e é importante ter o retorno de atletas em um momento decisivo”, disse o técnico Márcio Goiano. O defensor se recuperou de um problema na coxa esquerda, enquanto o atacante ficou fora das últimas quatro partidas devido uma contusão no joelho direito.

Caso Jorge Henrique comece como titular, Goiano pode sacar Danilo Pires ou até mesmo Robinho da equipe - esse último é dúvida por conta de dores na coxa direita. Já Assis ocuparia a vaga de Josa, volante improvisado na lateral esquerda nas últimas rodadas.

CRB
Um velho conhecido estará no banco de reservas do CRB. Campeão pernambucano com o Náutico em 2018, Roberto Fernandes tem a missão de triunfar no comando de outro alvirrubro. No reencontro com seu ex-clube, o treinador terá os desfalques do zagueiro Wellington Carvalho e o lateral-esquerdo Guilherme, ambos suspensos. Guilherme Mattis e Igor serão os substitutos. Com dores no joelho, o zagueiro Edson Henrique é dúvida. Caso seja vetado, Luiz Fernando será escalado. O ataque será formado por Mailson e pelo experiente Zé Carlos.

Ficha do jogo
CRB
Edson Mardden; Júnior, Guilherme Mattis, Luiz Fernando (Edson) e Igor; Claudinei, Ferrugem, Felipe Menezes e Danilinho (Barbio); Mailson e Zé Carlos.
Técnico: Roberto Fernandes

Náutico
Bruno; Hereda, Sueliton, Rafael Ribeiro e Josa (Assis); Jiménez, Luiz Henrique e Danilo Pires; Robinho (Jorge Henrique), Thiago e Odilávio.
Técnico: Márcio Goiano

Local: Rei Pelé (Maceió/AL)
Horário: 21h30
Árbitro: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)
Assistentes: Lorival Candido das Flores e Francisco de Assis da Hora (ambos do RN)
Transmissão: TV Jornal

veja também

comentários

comece o dia bem informado: