Luiz Henrique comemora gol
Luiz Henrique comemora golFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

A zebra passou muito longe dos Aflitos. Com facilidade, o Náutico derrotou nesta quarta (20) o Vitória por 3x0, nas quartas de final do Campeonato Pernambucano. O Timbu aguarda agora o vencedor da outra partida da fase, entre Santa Cruz e Afogados, na próxima quarta (27), no Arruda, para descobrir quem será seu adversário na semifinal do Estadual. Antes, os alvirrubros terão um duelo importante no fim de semana, perante o Altos/PI, também em casa, pela Copa do Nordeste.

Com Jorge Henrique e Wallace Pernambucano no banco de reservas, o técnico Márcio Goiano manteve a base titular dos últimos jogos. As únicas novidades foram as entradas de Diego Silva e Assis nas vagas dos suspensos Camutanga e Jiménez. O temor de uma zebra nos Aflitos, com uma eliminação precoce no Pernambucano, mal teve tempo de atormentar os alvirrubros. Logo aos 13, Assis cobrou falta com categoria e colocou a bola no ângulo do goleiro Dida. Ainda atordoado, o Vitória sofreu o segundo baque minutos depois. Jogando em linha, a defesa dos visitantes facilitou a vida dos pratas da casa do Timbu. Odilávio deu um lindo passe por cobertura para Luiz Henrique, que fez bem a infiltração e saiu na cara do goleiro para fazer 2x0.

Apenas dois gols no primeiro tempo foi pouco. O Vitória não esboçou qualquer perigo ao Náutico e os mandantes foram empilhando chances desperdiçadas. Robinho teve dois grandes momentos cara a cara com Dida, sendo desarmado em um e carimbando a trave em outro. Thiago também quase deixou o dele em chute cruzado. A classificação era questão de tempo.

No tudo ou nada, o Vitória se lançou mais ao ataque, mas sem a organização necessária para tentar ao menos diminuir o prejuízo. Sem a mesma intensidade, o Náutico usou a vantagem para dar mais ritmo de jogo a Jorge Henrique e Wallace. Para o “tanque” alvirrubro, a partida serviu para ampliação da artilharia no clube em 2019. Após pênalti sofrido por Thiago, o centroavante bateu com categoria para deixar o dele. O jogador ainda desperdiçou outro lance incrível ao sair frente a frente com Dida e bater em cima do camisa 1. Jorge Henrique também podia ter balançado as redes, mas passou em branco. Com pouco mais de quatro mil pessoas nos Aflitos, o Náutico fez o suficiente para ganhar com tranquilidade e manter vivo o sonho do bicampeonato pernambucano.

Leia também:
Náutico recebe Vitória pelas quartas-de-final do Pernambucano

Ficha técnica

Náutico 3
Bruno; Hereda, Sueliton, Diego Silva e Assis; Josa, Luiz Henrique (Maylson) e Danilo Pires (Jorge Henrique); Thiago, Odilávio (Wallace Pernambucano) e Robinho. Técnico: Márcio Goiano

Vitória 0
Dida; Wires (Romário), Fabinho, Rafael Araujo e Guto; Wellington, Sidney, Rafael (Gabriel) e Manoel; Erverson (Gabriel) e Rosivaldo. Técnico: Fernando Lins

Local: Aflitos (Recife/PE)
Árbitro: Diego Fernando Silva de Lima. Assistentes: Clovis Amaral da Silva e John Andson Alves Ribeiro.
Gols: Assis (aos 13 do 1ºT), Luiz Henrique (aos 27 do 1ºT)
Cartões amarelos: Wires, Rafael, Rafael Araújo, Guto (V); Luiz Henrique, Hereda, Sueliton (N)
Público: 4.180
Renda: R$ 44.940,00

Luiz Henrique comemora gol
Luiz Henrique comemora golFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco
Assis marcou golaço de falta
Assis marcou golaço de faltaFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco
Wallace marcou diante do Vitória
Wallace marcou diante do VitóriaFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

veja também

comentários

comece o dia bem informado: