Timbu pressionou o Altos durante os 90 minutos
Timbu pressionou o Altos durante os 90 minutosFoto: Kleyvson Santos/Folha de Pernambuco

“Persistência” foi a palavra que traduziu a vitória do Náutico por 2x0 diante do Altos, neste sábado (23), nos Aflitos, pela penúltima rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste. Pressionando o adversário durante todo o jogo, o Timbu só balançou as redes nos últimos 15 minutos, com gols de Wallace Pernambucano e Maylson.

“Sabíamos que sofreríamos muito, mas não imaginava essa forma do jogo. O Altos não tinham nada a perder. Era uma chance para expor suas condições, mas eles perderam a chance de fazer uma boa partida. Em momento algum propôs jogo. Era nítido que eles caiam no gramado (para fazer cera). Acima de tudo, nós tivemos persistência e tranquilidade”, afirmou o técnico Márcio Goiano.

Na escalação inicial, Goiano novamente optou por deixar o meia Jorge Henrique e o atacante Wallace Pernambucano no banco de reservas, mantendo os pratas da casa Thiago e Odilávio na frente. No segundo tempo, porém, a dupla experiente foi acionada.

“Optamos por começar com jogadores jovens e eles fizeram tudo que tínhamos passado pra eles. Depois botei atletas com experiência que acrescentaram muito. Nossa equipe cresceu muito desde o jogo contra o Afogados (vitória por 3x1, fora de casa, pelo Campeonato Pernambucano). Antes, nós estávamos sofrendo muito para vencer e isso mudou”, ressaltou.

A vitória colocou o Náutico na terceira colocação do Grupo B, com 14 pontos. Para se classificar já neste fim de semana para as quartas de final da Copa do Nordeste, o Timbu terá que torcer pelos tropeços de CSA (5º) e Bahia (6º), que enfrentam Salgueiro e Sergipe, respectivamente, domingo (24), no complemento da rodada.

Leia também:
Náutico vence Altos e se aproxima de vaga no mata-mata do NE

veja também

comentários

comece o dia bem informado: