Wallace, em lance do jogo entre Confiança e Náutico
Wallace, em lance do jogo entre Confiança e NáuticoFoto: Léo Lemos/Náutico

Empatar fora de casa não chega a ser um resultado ruim, mas as circunstâncias envolvendo o placar de 1x1 entre Confiança e Náutico, neste sábado (25), no Batistão, pela Série C do Campeonato Brasileiro, frustraram os alvirrubros. Jogando melhor que o adversário na maior parte do jogo, o Timbu teve um gol mal anulado, mas abriu o marcador no confronto. Uma desatenção em um lateral, porém, tirou os três pontos que colocariam os pernambucanos na vice-liderança do Grupo A da competição e deu apenas um, mantendo o clube momentaneamente na terceira posição da chave, com sete pontos.  

Mais posse de bola, escanteios, finalizações e com um tento mal anulado. O jogo foi no Batistão, mas quem estava se sentindo em casa era o Náutico. Com apenas uma
modificação com relação ao jogo passado (saída de Odilávio para a entrada de Fábio Matos), o Timbu controlou a partida no primeiro tempo. O domínio não se transformou em vantagem no placar por conta de dois fatores: a arbitragem e o travessão. No primeiro lance, André Krobel cobrou falta e Jean defendeu. Mas antes de o goleiro encaixar a bola, ela quicou dentro do gol. Lance que o árbitro Jonathan Antero não viu. Já Wallace Pernambucano quase balançou as redes em chute que carimbou o poste do Confiança.

Com Thiago, Fábio Matos e Matheus Carvalho puxando os contra-ataques, o Náutico deu indícios de que absorveu bem a proposta de jogo reativa de Dal Pozzo. Destaques para os desarmes precisos e a velocidade na transição. Uma maior tranquilidade na hora de construir as jogadas poderia ter tirado o zero do placar. O Confiança foi um mandante que se comportou como visitante. Com exceção de alguns cruzamentos, os sergipanos passaram a maior parte do primeiro tempo no campo de defesa.

A bola aérea voltou a ser protagonista na vida do Náutico. Para o bem e para o mal. Aos 15, André Krobel cobrou escanteio e Luiz Henrique cabeceou para o chão, vencendo o goleiro Jean e fazendo 1x0 no Batistão. Festa que durou pouco. Uma cobrança de lateral pegou a defesa alvirrubra desatenta e Bruninho, livre de marcação, testou no canto esquerdo de Bruno para deixar tudo igual no placar.

Foi também pelo alto que o Confiança tentou a virada em uma sequência de cinco escanteios seguidos. Para diminuir a pressão sofrida e voltar ao ataque para buscar o segundo gol, Dal Pozzo colocou Tarcísio Martins e Rafael Oliveira nas vagas de Fábio Matos e Wallace Pernambucano. Mas o marcador não sofreu alterações. No final, o empate em 1x1 ao menos manteve o Timbu no G4.

Ficha técnica

Confiança 1

Jean; Thiago Ennes, Vinícius Simon, Anderson e Altimar; Amaral, Rafael, Everton Santos e Ítalo (Thallyson); Tito e Ari Moura (Bruninho). Técnico: Daniel Paulista

Náutico 1

Bruno; André Krobel, Sueliton, Camutanga e Josa; Jiménez, Luiz Henrique, Thiago e Fábio Matos (Tarcísio Martins); Matheus Carvalho (Danilo Pires) e Wallace Pernambuco (Rafael Oliveira). Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Local: Batistão (Aracaju/SE)
Árbitro: Jonathan Antero Silva (RO). Assistentes: Fabio Pereira (TO) e Adenilson de Souza Barros (RO).
Gols: Luiz Henrique (aos 15 do 2ºT), Bruninho (aos 21 do 2ºT)
Cartões amarelos: Thiago Ennes, Rafael (C); Danilo Pires, Jiménez (N)

Leia também:
Náutico visita Confiança pela Série C

veja também

comentários

comece o dia bem informado: