Jorge Henrique pouco entrou em campo durante 2019
Jorge Henrique pouco entrou em campo durante 2019Foto: Arthur Motta/Folha de Pernambuco

Há 47 dias sem entrar em campo, a maioria dos jogadores do Náutico desfruta os últimos momentos do recesso, sem descuidar da forma física. A reapresentação do elenco está marcada para o dia 3 de dezembro, com exceção para os reforços provenientes das Séries A e B. Contudo, alguns nomes que tiveram problemas físicos na temporada anteciparam a preparação e estão acelerando a recuperação. São eles: o lateral-direito Hereda, o zagueiro Diego Silva e o atacante Jorge Henrique.

Com uma lesão no púbis, Hereda vai diariamente ao CT do clube para ser tratado pelo Departamento Médico e fazer reforço muscular. O acompanhamento iniciou após o término da Série C, quando um exame de ressonância magnética detectou a lesão no local. Dono da posição na campanha do acesso, o lateral-direito atuou 40 vezes e marcou dois gols. Diego Silva também passa pelo processo de fortalecimento muscular, mas apenas apresenta dores e desgaste muscular. O zagueiro jogou 28 partidas e balançou as redes duas vezes, sendo crucial no sucesso alvirrubro.

Já Jorge Henrique está em fase de transição e comparece todos os dias no CT para fazer atividades no gramado. O atacante não joga uma partida oficial há seis meses, por conta de uma lesão no tendão de aquiles. Sem participar da caminhada do Timbu na terceira divisão, o atacante abriu mão de parte dos salários para ajudar as finanças do clube. Desde o retorno ao Náutico, Jorge Henrique fez 17 jogos (12 como titular) e marcou duas vezes.

Leia também:

Em alusão aos feitos da atual gestão, Náutico lança camisa comemorativa
Náutico contrata ex-preparador de goleiros do Corinthians
Para executivo do Náutico, viagem ao Paraguai tem saldo positivo 

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: