Camutanga, zagueiro do Náutico
Camutanga, zagueiro do NáuticoFoto: Léo Lemos/Náutico

Há duas semanas, os jogadores do Náutico estão afastados dos treinamentos no CT Wilson Campos e também dos jogos, por conta da paralisação dos campeonatos provocada pela pandemia do coronavírus. Mas tem atleta que está há mais tempo sem pisar no gramado. Recuperando-se de uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, sofrida em outubro do ano passado, o zagueiro Camutanga contou como tem sido o período afastado dos trabalhos, a ansiedade em voltar a jogar e a relação com os companheiros após quarentena.

Recuperação


Estou com quatro meses e 10 dias de recuperação e tudo está evoluindo bem. Ganhei musculatura, o que é primordial para o processo de recuperação após a cirurgia. Não vejo a hora de voltar aos gramados para fazer o que mais amo, que é jogar futebol e ajudar o Náutico a conquistar grandes coisas. Estou ansioso.

Torcida distante

Sempre ruim torcer da arquibancada. Ficamos na ansiedade de querer ajudar no campo. Arquibancada é lugar de torcedor. Quem joga quer está lá no gramado mostrando potencial e dando alegria para a torcida.

Coronavírus

O coronavírus atrasou todos. Não só futebol, como comércio também. É preciso ter cuidado para não sair de casa e se contaminar, ou contaminar familiares e amigos. Estou aqui em Camutanga, treinando em casa. Trouxe alguns equipamentos do clube e falo direto com os fisioterapeutas. Por mais que o mundo do futebol esteja parado, a gente precisa treinar para voltar melhor do que estava.

Saudade dos companheiros de elenco

Passo mais tempo com meus companheiros de time do que com meus familiares. Tenho mantido contato com alguns. Sempre conversamos pelo whatsapp ou ligação de vídeo. Também quando alguém posta foto ou comenta. A saudade está grande e espero que passe logo esse processo do coronavírus. Mas também é importante estar perto dos nossos familiares, mesmo não podendo abraçar ou beijar.

Leia também:
Diretoria e atletas do Náutico negociam redução salarial
'Se Deus quiser, vai jogar a Série A em 2021', afirma vice do Náutico sobre Jean Carlos


veja também

comentários

comece o dia bem informado: