Lances de Náutico x Vitória
Lances de Náutico x VitóriaFoto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

O presidente do Náutico, Edno Melo, confirmou nesta terça (31) que os salário dos atletas e da comissão técnica do clube terão uma redução de 25% no mês de abril. De acordo com o dirigente, o assunto, que já vinha sendo batido há alguns dias, foi definido de forma tranquila com os profissionais, levando em consideração o período de dificuldade financeira que o futebol brasileiro atravessa por conta da pandemia do novo coronavírus.

"Não tivemos dificuldades. Os próprios atletas deram essa sugestão, entendendo o momento", afirmou o presidente. O valor será abatido dos direitos de imagem e apenas referente ao quarto mês do ano, mesmo sem a definição de quanto tempo durará a paralisação dos torneios nacionais, regionais e estaduais. Vale citar que o elenco alvirrubro entrará de férias na quarta (1º), após acordo feito entre a Comissão Nacional dos Clubes (CNC) e Federação Nacional dos Atletas Profissionais (Fenapaf). Todas as equipes das séries A e B darão o período de descanso ao seus atletas e comissões.

Alguns clubes também já se mobilizaram com relação aos salários dos elencos. O Atlético/MG reduziu o vencimentos dos atletas em 25%. O corte na remuneração ocorrerá enquanto durar a paralisação do calendário local. Não haverá devolução do valor aos funcionários neste período, como ocorrerá nos acordos firmados por Fortaleza e Ceará. O Grêmiou adiou o pagamento do direito de imagem de quatro meses (abril até julho) da atual temporada. Os valores serão quitados em 2021. O Internacional só deve tratar de acordo por eventual redução salarial do grupo principal no final das férias. O Palmeiras informou que fará um estudo sobre a situação financeira do clube para saber qual a melhor decisão a ser tomada sobre o assunto.

Leia também:
Diretoria e atletas do Náutico negociam redução salarial
Direção coral estuda questão trabalhista: 'não vamos deixar ninguém na mão'

veja também

comentários

comece o dia bem informado: