Necessidade por um 'nove' pode explicar falta de vitórias

Santa Cruz ainda não atuou com um centroavante de ofício nas três primeiras partidas da temporada

Barbio foi o centroavante tricolor contra o Belo JardimBarbio foi o centroavante tricolor contra o Belo Jardim - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Nos três primeiros jogos oficiais do Santa Cruz, neste início de temporada, apenas empates foram acumulados pela equipe. Na cabeça do torcedor, a busca por explicações é intensa. Um fator técnico, no entanto, pode ser a solução. Em todas essas partidas, o Tricolor não teve um homem de referência no ataque. Pior: improvisações tiveram de ser feitas. Na última quarta-feira, contra o Belo Jardim, o técnico Vinícius Eutrópio optou por Wiliam Barbio. Jogador que chegou ao Arruda para desempenhar uma função de lado de campo. Apesar de não ter tido muitas chances no jogo, o atleta chegou a ser aplaudido pelo torcedor.

William Barbio não vê problemas em atuar numa função que não é a sua de origem. E sua justificativa para isso é clara: “Alguns jogadores estão sendo improvisados porque o grupo é muito curto. Ainda não temos um centroavante de origem, por exemplo. Nos últimos jogos foi André (Luís). Ontem (quarta-feira) fui eu. Estamos tentando ajudar da melhor maneira possível”, disse o atleta, que garantiu ter sua preferência bem defina na cabeça. "Não sou centroavante. É complicado jogar de costas para o gol. Gosto de atuar pelos lados, pois tenho velocidade. Todo mundo gosta de jogar na função de origem. A gente procura ajudar da melhor forma, mesmo fora da posição", completou.

A diretoria do Santa Cruz ainda busca a contratação de um camisa 9. Vale lembrar que ainda no período de pré-temporada, os tricolores chegaram a acertar com o jogador Zé Carlos, de 33 anos. Mas o atleta alegou problemas familiares (sua avó enfrentava, à época, problemas de saúde) e se desligou do clube. Passado o susto, o Fortaleza anunciou a chegada do atacante para a temporada 2017. Com relação aos pernambucanos, nesta quinta-feira, foi divulgada a contratação do atacante Halef Pitbull.

O jogador, de 22 anos, tem os direitos federativos ligados ao Cruzeiro e chega por empréstimo no Arruda até o final de 2017. Com o novo atleta, o Santa aumenta sua lista de atacantes. No setor, o Tricolor já contava com André Luís, William Barbio, Everton Santos e Léo Cotia – Ele, no entanto, é o único com características de centroavante. Além da Raposa, atacante coleciona passagens por Atlântico/BA, Vitória da Conquista/BA, Sete de Setembro/MS e Dourados/MS. Outro jogador para a função também tem sido trabalhado. O nome mais forte é o de Julio Cesar, de 37 anos, que desde 2009 atuava fora do Brasil. 

Veja também

Em duelo de invictos, líder Náutico enfrenta o Retrô na Arena de Pernambuco
Futebol

Em duelo de invictos, líder Náutico enfrenta o Retrô na Arena de Pernambuco

'Foi uma partida atípica', declara João Brigatti após derrota para o Botafogo/PB
Santa Cruz

'Foi uma partida atípica', declara João Brigatti após derrota para o Botafogo/PB