"Nenhum avanço" na transferência de Neymar, diz Leonardo

Diretor brasileiro não escondeu problemas entorno do jogador, mas elogiou sua mentalidade

Leonardo, tetracampeão do mundo com a Seleção BrasileiraLeonardo, tetracampeão do mundo com a Seleção Brasileira - Foto: AFP/Arquivos / Bertrand GUAY

Leonardo, novo diretor esportivo do Paris Saint-Germain, afirmou que "há conversas" sobre o futuro de Neymar, mas que "não houve avanços", em uma entrevista nesta quinta-feira à 'RMC Sport', dois dias depois de ter recebido em Paris emissários do Barcelona.

O dirigente brasileiro negou além disso que Neymar esteja separado do grupo. Se seu compatriota tem treinado separado, é porque "segue seu programa de reabilitação personalizado", relativo à lesão no pé direito que o afastou da Copa América, explicou Leonardo.

"Ele é jogador do Paris Saint-Germain, ainda tem três anos de contrato em Paris, não se pode esquecer disso. É preciso analisar tudo, solucionar tudo antes que ele possa voltar a jogar", prosseguiu, colocando fim às especulações sobre o estado físico do astro da seleção brasileira.

Leia também:

Neymar treina separadamente no PSG

PSG se mostra inflexível em reunião com Barça sobre Neymar

Barcelona e PSG discutem troca entre Neymar e Coutinho

Barça quer Neymar dizendo que só jogaria no clube 

"As coisas são simples, Neymar ficou sob os cuidados dos melhores médicos e cirurgiões do mundo no início da temporada (...). A lesão (no pé) de Neymar está totalmente resolvida", declarou Leonardo, em referência a um artigo do jornal Le Parisien no qual dá a entender que Neymar não teria se recuperado por completo na primavera europeia de 2018.
Mas Leonardo se mostrou menos seguro do que no sábado passado sobre a saída do astro de 27 anos. Em uma coletiva de imprensa citou conversas "mais avançadas do que antes" sobre uma eventual transferência.
O Barcelona não diminuiu a pressão ao enviar na terça-feira a Paris seu diretor esportivo, o ex-jogador francês Eric Abidal, e outro responsável.
A saída de Neymar parece ainda mais provável depois da noite de domingo, na qual o PSG venceu o Nîmes por 3 a 0 em meio a um clima hostil ao brasileiro, com cartazes e xingamentos contra ele.
"Neymar cometeu erros. Vocês sabem. Eu não o conhecia antes. À medida que os dias passam, eu o conheço mais", reconheceu Leonardo. "E sinceramente, acho que ele é um bom menino com um bom histórico. Além disso, ele é um jogador incrível no campo".

 

 

Veja também

Sem acertar o gol, Jô soma polêmicas e tem 'nova folga' no Corinthians
Futebol

Sem acertar o gol, Jô soma polêmicas e tem 'nova folga' no Corinthians

Lesão tira Haaland do Borussia Dortmund até janeiro
Futebol

Lesão tira Haaland do Borussia Dortmund até janeiro