Neres e Paquetá buscam reação com Tite

Já Paquetá teve uma conversa com Tite para debater as dificuldades durante a Copa América e projetar o futuro na seleção

Meia Lucas PaquetáMeia Lucas Paquetá - Foto: JOE KLAMAR / AFP

Tite montou o elenco que venceu a Copa América com grandes expectativas sobre o rendimento de David Neres e Lucas Paquetá. Dois jogadores jovens, que tinham apresentado bom futebol nos amistosos de março e mostravam potencial para integrar a seleção brasileira por muitos anos. Só que dupla ficou aquém do esperado no torneio e agora precisa de uma resposta para convencer o técnico novamente.

O treino desta quarta (4) em Miami, nos Estados Unidos, mostrou que os dois serão reservas mais uma vez. Neres treinou na posição que tem Richarlison como titular, enquanto Paquetá foi o meia suplente -Neymar e Philippe Coutinho se revezaram na função no esboço da equipe que deve enfrentar a Colômbia às 21h30 de sexta-feira (6) no Hard Rock Stadium.

A tendência é que Neres e Paquetá só ganhem mais minutos no segundo amistoso desta data Fifa, previsto para a próxima terça-feira (10), na cidade de Los Angeles. Contra o Peru, Tite pensa em dar rodagem a quem tem tido menos oportunidades na seleção. Ou seja, uma chance de ouro para os pupilos do treinador.

Se Everton, o Cebolinha, tivesse sido convocado -ficou fora por estar com o Grêmio no mata-mata da Copa do Brasil-, Neres poderia até ter ficado fora da lista de convocados. Ele brigaria com Vinícius Júnior por uma vaga entre os pontas.
Já Paquetá teve uma conversa com Tite para debater as dificuldades durante a Copa América e projetar o futuro na seleção.

Leia também:
Tite arma time titular da Seleção com Neymar e Coutinho
Tite escolhe David Neres para lugar de Neymar


RESPONSABILIDADE NOS CLUBES AUMENTA

A nova temporada europeia também será de provação para a dupla. Paquetá passou a ter mais liberdade após a troca de técnico no Milan. Com Gennaro Gattuso no ano passado, ficava preso quase como um volante. Agora, com Marco Giampaolo, pode sair mais, inclusive atuando pela ponta em alguns momentos. O novo treinador gosta de Paquetá, mas tem feito observações sobre uma possível "falta de objetividade". Na semana passada, chegou a dizer que o meia precisa "ser menos brasileiro". Além disso, o fato de o ex-flamenguista já não ser mais um novato no futebol italiano naturalmente aumenta a cobrança por um melhor rendimento.

Neres está há mais tempo ainda no Ajax, da Holanda. Desde fevereiro de 2017. Foi promessa, coadjuvante e agora vê a cobrança por um maior protagonismo. Outras jovens estrelas foram vendidas, como De Ligt e De Jong, e o clube holandês usou os milhões recebidos para surpreender o mercado e renovar com Neres por um salário pomposo.

A responsabilidade sobre o atacante criado no São Paulo cresceu, mas ele está disposto a encará-la. A decisão de permanecer no Ajax foi fruto de longos debates com seu estafe e de uma análise crítica. Neres sabe que ainda precisa amadurecer mais antes de ir para um centro maior da Europa e crê que uma nova temporada na Holanda, com mais cobrança, será importante.

Veja também

CBF e clubes mantêm proibição de torcedores em jogos do Brasileirão
Protocolo

CBF e clubes mantêm proibição de torcedores em jogos do Brasileirão

Em jogo movimentado, Afogados perde por 2x0 para o Campinense
Série D

Em jogo movimentado, Afogados perde por 2x0 para o Campinense