Neymar fecha ano com imagem em recuperação

Após Copa do Mundo trágica, o atacante brasileiro começa a reaver prestígio perdido durante competição

NeymarNeymar - Foto: FRANCK FIFE / AFP

Nem em seus piores pesadelos Neymar poderia imaginar que sua participação na Copa de 2018 seria da maneira como ocorreu. O camisa 10 da Seleção Brasileira foi incapaz de liderar a Canarinha, viu o Brasil cair cedo, nas quartas de final, e marcou apenas dois gols. Não bastasse essa sequência de tropeços, o craque virou alvo de chacota universal. Os lances teatrais e as estapafúrdias simulações correram o planeta e fizeram o astro cair em descrédito. Embora este ano tenha sido de decepções, Neymar tem bons motivos para acreditar que seu prestígio será recuperado em 2019.

Um bom sinal desses sopros de mudança foi dado por Unai Emery. Hoje treinador do Arsenal, o espanhol foi técnico do Paris Saint-Germain justamente quando o craque havia chegado à capital francesa. E viu de perto os conflitos entre o brasileiro e o uruguaio Cavani. Mesmo assim, não poupa elogios ao seu ilustre ex-comandado e levantou o moral do atleta. "Tive várias conversas com ele sobre sua carreira e Neymar é muito profissional. Mas também tem um grande coração. Ele não precisa de conselhos", afirmou o comandante do time inglês, em entrevista à TVE, da Espanha.

Leia também:
Mbappé supera Neymar e é o jogador mais valioso do mundo
Rezo para que Neymar volte para o Barcelona, diz Arthur
Dirigente português vê Mbappé "mais decisivo que Neymar"
Neymar lança série de perguntas e respostas no YouTube

Já o meio-campista Arthur, contratado recentemente pelo Barcelona, encheu a bola de Neymar quando intimado a comentar os rumores de seu retorno ao Barça. "Estou rezando para que ele venha porque ele é um craque, é indiscutível, e acho que quanto melhores os jogadores que o time tiver, melhor", observou o volante. "Torço muito para que ele venha, mas ele tem a sua vida, sabe o que faz, e não sei o quão profunda são essas negociações, se há a possibilidade de ele vir ou não. Mas ele é um amigo pessoal e profissional que eu admiro muito e ficaria feliz se ele pudesse voltar para cá", opinou.

Os rumores sobre o retorno do craque à Catalunha não cessam. Segundo o jornal As, de Madri, o jogador entra em contato rotineiramente com o Barça e com profissionais de seu estafe para viabilizar a volta. O obstáculo principal é, naturalmente, o Paris Saint-Germain, que desembolsou 222 milhões de euros (R$ 824 milhões) pelo atacante em 2017 e não quer liberá-lo de forma tão fácil. No entanto, de acordo com o mesmo As, o contrato de Neymar tem uma brecha. A partir de 2020, o clube que pagar a multa de 160 milhões de euros poderá contratá-lo. E, quem sabe, recolocar o astro nos trilhos.

Veja também

Seleção brasileira de rugby lança websérie com equipe feminina
Rugby

Seleção brasileira de rugby lança websérie com equipe feminina

Palmeiras goleia Corinthians e acaba com série invicta do rival
Campeonato Brasileiro

Palmeiras goleia Corinthians e acaba com série invicta do rival