Neymar tem bons motivos tanto para ficar no Barça, quanto ir para o PSG

Craque está adaptado e em time gigante na Catalunha. Em Paris, faturaria mais e poderia ser protagonista

NeymarNeymar - Foto: AFP

Um rumor estremeceu o mundo do futebol ontem. Especulações do mercado da bola dão conta de que Neymar, considerado um jogador inegociável, estaria prestes a defender o Paris Saint-Germain. O acerto não foi confirmado e o mistério acerca do futuro do craque permanece. O que se sabe é que o clube de Paris tem bala na agulha - e dinheiro em caixa - para tirar o brasileiro do Barcelona, onde se encontra plenamente adaptado. O destino só o tempo dirá. Contudo, é possível afirmar que há bons motivos tanto para o astro ficar na Catalunha quanto rumar para a capital francesa.

Por que Neymar deve ficar no Barcelona?

O início de Neymar não pode ser comparado ao de nenhum dos últimos craques surgidos no Brasil. Ronaldo Fenômeno, Ronaldinho Gaúcho e Kaká, por exemplo, tiveram passagem relâmpago pelos gramados do futebol nacional. Estes citados mal brilharam por estas bandas e pouco tempo depois já enchiam os bolsos na Europa. O atual camisa 10 da Seleção Brasileira teve trajetória diferente. Com a carreira administrada por um grupo profissional, o atleta ficou tempo suficiente no País para marcar época no Santos e ganhar dinheiro como se estivesse atuando por um gigante europeu.

Contratado em meados de 2013 pelo Barcelona, Neymar tem tudo a seu gavor na Catalunha. Joga em uma das maiores agremiações do mundo, em um país de cultura um tanto semelhante à brasileira e ainda segue honrando a tradição de craques brasucas no time azul-grená, a exemplo de Romário, Ronaldo, Rivaldo e Ronaldinho Gaúcho. E o projeto elaborado para o ex-santista é de longo prazo. Assim que a carreira de Messi entrar em declínio, o protagonismo deverá cair em seu colo. Será um herdeiro natural da idolatria concedida ao argentino.

Por mais que seja um coadjuvante do hermano, não dá para dizer que Neymar é figurante na Catalunha. Já foram 105 gols marcados pelo atacante. Além disso, o jogador já faturou, entre outros títulos, dois Campeonatos Espanhóis, um Mundial de Clubes e a cobiçadíssima Liga dos Campeões da Europa, na qual foi um dos artilheiros. Para completar, o habilidoso goleador está confortavelmente ambientado no Barcelona. Trata-se de um clube de dimensões colossais e que disputa um campeonato mais competitivo e visado do que o francês. Seguir vestindo azul-grená é quase uma certeza de triunfos. Ainda que o individual fique em um, por ora aceitável, segundo plano.

Por que Neymar deve ir para o PSG?

O astro da Seleção Brasileira era considerado um atleta impagável há até pouco tempo. A multa rescisória estipulada pelo Barcelona é de 222 milhões de euros (R$ 809 milhões). Um valor visto como surreal por praticamente todos os clubes do mundo. Não para o Paris Saint-Germain, equipe acostumada a torrar cifras milionárias para montar um time dos sonhos na capital francesa. O salário do jogador também sofreria um ganho significativo. O PSG pagaria 30 milhões de euros mais bônus a Neymar por cinco temporadas, rendimentos que o tornariam o mais bem pago do futebol europeu.

No entanto, neste caso, dinheiro não é tudo. Há outras boas razões para Neymar deixar o Barcelona e embarcar rumo a Paris. O primeiro motivo diz respeito ao ponto de vista técnico. Saindo da Catalunha, o brasileiro poderá, enfim, buscar o protagonismo em um clube da Europa. Afinal, por mais que brilhe no Barça, o ex-santista ainda vive à sombra de Messi. No aspecto extra-campo, o jogador poderá se livrar - ou ao menos amenizar - os problemas enfrentados com a Receita Federal da Espanha, que acusa o Barcelona e o pai do atleta de desvio de dinheiro na transferência para os blaugranas.

Jogar na Cidade Luz também não deve ser problema. Sobram brasileiros - alguns deles amigos próximos do artilheiro - no elenco do time francês, a exemplo de Daniel Alves, Lucas Moura, Marquinhos e Thiago Silva. Há também a perspectiva de um intrigante desafio. Se atuar na França rende menos visibilidade, é inegável que a chegada de Neymar elevaria o patamar do clube a outro nível. E caso o astro conquiste um torneio de peso pelo PSG - como a Liga dos Campeões - ficaria bem próximo de ser eleito melhor jogador do mundo. Definitivamente, o maior objetivo individual na carreira do craque.

Veja também

“Grande Copa do Mundo”, diz Ventura sobre reta final do Sport na Série A
Futebol

“Grande Copa do Mundo”, diz Ventura sobre reta final do Sport na Série A

Japão crê que será difícil realizar Jogos Olímpicos, diz jornal
Olimpíada

Japão crê que será difícil realizar Jogos Olímpicos, diz jornal