Nos pênaltis, Náutico consegue o acesso à Série B

Paysandu abriu 2x0 no placar, mas o Timbu empatou aos 48 do segundo tempo e venceu nas penalidades

wide nauticowide nautico - Foto: Folha de Pernambuco

Inacreditável. Emocionante. Surreal. Os gritos de "vamos subir, Náutico!" ecoaram nos Aflitos. Após sair perdendo por 2x0 para o Paysandu, neste domingo (8), nos Aflitos, pelas quartas de final, o Timbu, para muitos, estava reescrevendo mais uma história de frustração na Série C. Aos que acreditaram até o fim, a recompensa veio com um sabor especial. Um empate aos 48 minutos do segundo tempo. Depois, vitória nos pênaltis por 5x3. O resultado colocou os pernambucanos na semifinal do torneio. No fim de semana que marcou as comemorações da Independência do Brasil, o Alvirrubro deu seu grito de liberdade. Adeus, Série C. Bem-vinda, Série B.

Jogo decisivo tem sempre o adicional do nervosismo. O clima quente começou já no banco de reservas, com o técnico Hélio dos Anjos discutindo com o auxiliar do Náutico, Luciano Borges. Nas arquibancadas, cenas lamentáveis de brigas entre torcedores da organizada alvirrubra. Em campo, quem sentiu a pressão foi Mota. O camisa 1 do Paysandu tocou uma bola nos pés de Jean Carlos. O meia driblou o goleiro e chutou. Micael salvou o Papão.

A chance desperdiçada custou caro. Dessa vez, o nervosismo pintou na defesa alvirrubra. Camutanga e Willian Simões erram na saída de jogo e deram chance para Vinícius arriscar de longe. A bola desviou em Diego, acertou a trave e morreu no fundo do gol. Foram 45 minutos iniciais de um futebol fraco e passivo do Náutico. Perto dos acréscimos, a equipe quase sofreu mais um baque. Nicolas recebeu livre de marcação, driblou Jefferson e chutou. A bola ia entrando, mas o pé de Camutanga tirou o gol.

Willian Simões vinha sofrendo na marcação pelo lado esquerdo. E o problema ficou escancarado logo aos nove do segundo tempo, quando Tony passou livre e cruzou para Nicolas. O atacante, de letra, marcou um golaço nos Aflitos. A festa, que deveria ser vermelha, foi azul.

Com Matheus Carvalho na vaga de Thiago, o Náutico foi para o tudo ou nada. Precisava de dois gols para levar a decisão para as penalidades e três para operar um milagre nos Aflitos. Aos 19, o lance para trazer esperança aos alvirrubros. Willian cruzou e Álvaro cabeceou firme para diminuir a desvantagem no placar.

O Náutico foi empilhando chances desperdiçadas até aos 48 minutos. Após cruzamento, a bola bateu na mão de Caíque. Pênalti. Jean Carlos na bola. Confusão, expulsões de Perema e Diego Silva e muita tensão nos Aflitos. Com toda a pressão em suas costas, o meia respirou e bateu forte para empatar o jogo e levar a decisão para as penalidades.

Nas cobranças, todos os batedores do Náutico converteram (Jean Carlos, Jhonnatan, Willian, Matheus Carvalho e Josa). No gol, brilhou a estrela de Jefferson, que pegou o pênalti de Wellington. Uma partida para entrar na história. Na raça, com emoção e no ano que retornou aos Aflitos, o Náutico volta à Série B.

Ficha técnica

Náutico 2 (5)
Jefferson; Hereda, Camutanga, Diego Silva e Willian Simões; Josa, Jiménez (Jhonnatan) e Jean Carlos; Álvaro, Thiago (Matheus Carvalho) e Rafael Oliveira (Wallace Pernambucano). Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Paysandu 2 (3)
Motta; Tony, Micael, Perema e Bruno Collaço; Anderson Uchoa, Wellington e Tomas Bastos (Thiago Primão); Nicolas, Vinicius e Hygor. Técnico: Hélio dos Anjos

Local: Aflitos (Recife/PE)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS). Assistentes: Leirson Peng Martins e Lucio Beiersdorf Flor (ambos do RS)
Gols: Vinicius (aos 24 do 1ºT), Nicolas (aos 9 do 2ºT), Álvaro (aos 19 do 2ºT) e Jean Carlos (aos 48 do 2ºT)
Cartões amarelos: Matheus Carvalho (N); Caique, Uchoa, Thiago Primão, Nicolas, Mota (P) 
Cartão vermelho: Perema (P): Diego (N)
Público: 16.662
Renda: R$ 622.183,00

Leia também:
Confira as melhores imagens de Náutico x Paysandu
Vale o acesso! Náutico recebe o Paysandu, nos Aflitos

Veja também

Com europeus de olho, Sport renova com meia Gustavo
Sport

Com europeus de olho, Sport renova com meia Gustavo

Vinícius aprova mudança de jogo da semifinal para a Arena
Futebol

Vinícius aprova mudança de jogo da semifinal para a Arena