Nova sensação da NBA, Luka Doncic lidera Mavericks

Esloveno desponta como candidato a sucessor de Nowitzki, um dos maiores estrangeiros da história da liga

Doncic vem correspondendo acima das expectativasDoncic vem correspondendo acima das expectativas - Foto: AFP

Com apenas 20 anos de idade, Luka Doncic carrega o peso de ser o sucessor de um dos maiores estrangeiros da história da liga, o alemão Dirk Nowitzki. A responsabilidade que conduz é diretamente proporcional ao basquete de alto nível que vem desempenhando. Tal fato, inclusive, deve ser primordial para levar o Dallas Mavericks de volta aos playoffs depois de quatro anos fora. Na noite desta sexta-feira (10), a partir das 23h45, Doncic e companhia encaram mais uma missão no caminho para cumprir tal objetivo. Pela quarta vez na temporada, os Mavs enfrentam o Los Angeles Lakers, líder da Conferência Oeste.

Com sorriso estampado no rosto, marca registrada do jovem armador, Luka Doncic vem correspondendo acima das expectativas em sua segunda temporada na NBA. Quando se inscreveu no draft, já era nítida a sua qualidade e o quanto poderia entregar na liga. Consolidado na Europa, o esloveno já havia conquistado os títulos de MVP e de campeão da EuroLiga (2018), venceu a EuroBasket de seleções (2017) e foi tricampeão do Campeonato Espanhol (2015, 2016 e 2018). Agora na NBA, Doncic vem evoluindo de forma impressionante. Melhor calouro da temporada passada, ele vem mostrando atuações que projetam o Dallas Mavericks para um possível playoff na edição 2019/2020 da liga.

Leia também:
Luka Doncic: novato com jeito de veterano na NBA
Morre David Stern, visionário que fez da NBA uma potência
Lakers despontam e recuperam respeito na NBA


Com 29.6 pontos, 9.7 rebotes e nove assistências de média, Doncic é o terceiro em pontuação e assistências na liga. O mais impressionante é que o esloveno parece forçar pouquíssimo do seu jogo e mostrar uma tranquilidade pouco vista em jovens da sua idade. Para essa temporada, o treinador Rick Carlisle ainda teve o advento de Kristaps Porzingis. O pivô lituano, porém, tenta retomar o ritmo após passar quase dois anos fora das quadras. Quando voltar ao auge da forma, a tendência é que a dupla com Luka seja uma das mais perigosas e versáteis da NBA.

A fantástica temporada do esloveno já teve alguns ápices. Um deles foi na partida contra o Golden State Warriors, em 19 de novembro de 2019, quando se tornou o primeiro atleta da história da liga a registrar um triplo-duplo com 30 pontos em 25 minutos na quadra. Além disso, o armador também atingiu a sequência de 19 jogos acumulando ao menos 20 pontos, cinco assistências e cinco rebotes, quebrando a marca de Michael Jordan e Oscar Robertson. Luka ainda vem ajudando o Dallas Mavericks a ser o melhor ataque da NBA. Com 115.2 pontos a cada 100 posses, os Mavs lideram a competição e já mostraram que possuem um dos maiores cartéis ofensivos, orquestrados, na maioria das vezes, pelo armador de 20 anos.

Verdade seja dita, Donnie Nelson (gerente-geral) e Rick Carlisle (técnico) também têm seus méritos por essa grande campanha dos Mavs. Com um elenco de apoio fortíssimo, o Dallas possui cerca de 11 jogadores que costumam entrar em quadra e serem decisivos em algum momento da partida. Além disso, diferente de quase toda a NBA, o treinador não possui um time titular que sempre se repete. Dessa forma, Carlisle fixa Doncic e Porzingis, mas os outros três jogadores costumam variar de acordo com os adversários. Até o momento já foram 14 escalações diferentes para iniciarem as partidas. Essas adaptações têm sido fundamentais para uma boa e surpreende campanha do Dallas.

Assim, não só Luka Doncic como o Dallas Mavericks entregam muito mais do que o esperado. Com 23 vitórias e 14 derrotas, a equipe está atualmente dentro da zona de playoffs e tem o esloveno como um dos candidatos a MVP. Luka, inclusive, ficou fora de ação por 12 dias, após sofrer uma entorse no tornozelo direito. Durante sua ausência, os Mavs fizeram quatro partidas e ganharam duas. As vitórias foram diante do Milwaukee Bucks, líder da Conferência Leste e melhor campanha da NBA, e Philadelphia 76ers, uma das melhores defesas da liga. O que só reforça a qualidade do elenco do Dallas e o ótimo trabalho do treinador Carlisle.

Dessa forma, se projetarmos o futuro, fica quase impossível de imaginar o quão grande pode se tornar Doncic. Será que mais uma vez o Dallas fará história com um estrangeiro na equipe? Vale ressaltar que o único título da franquia veio graças às fantásticas exibições de Dirk Nowitzki, na temporada 2010/2011. Enquanto o futuro aguarda os questionamentos, o presente oferece a certeza de que a atual versão dos Mavs é uma das mais divertidas e competitivas desta equilibrada e renovada NBA.

Veja também

Brasil sofre primeira derrota, mas avança no Mundial de Handebol
Handebol

Brasil sofre primeira derrota, mas avança no Mundial

Juíza acata pedido e Jonatan Gómez tem vínculo encerrado com o Sport
Sport

Juíza acata pedido e Jonatan Gómez tem vínculo encerrado com o Sport