Santa Cruz

Novo centroavante do Santa Cruz, Walter não ultrapassa marca de cinco gols em um ano desde 2017

Últimas temporadas do atacante passam longe de gerar a esperança de uma ano goleador para o reforço coral

Foto: Luiz Fernando Cosenzo/Agência Botafogo

Leia também

• Em live, Walter indica acerto com Santa Cruz e declara: "Fazer gol contra o Sport? Bora!"

• Walter assina contrato e é o novo reforço do Santa

• A vinda de Walter para o Santinha é uma aposta pra lá de arriscada

Tentando achar um substituto para Pipico, o Santa Cruz fez uma aposta arriscada em Walter, de 32 anos, que estava no Botafogo/SP. No entanto, para substituir o camisa 9 dos últimos três anos, os números recentes precisam falar e, quando expostos, não trazem tanta esperança. 

Destaque da temporada 2013, Walter brilhou com a camisa do Goiás, em ano iluminado. Com a camisa do Esmeraldino, naquele ano, marcou 29 gols, sendo eleito craque do Brasileirão. Desde então, suas temporadas passaram distante dos números excelentes, custando a marcar mais do que cinco gols desde a temporada 2017, quando esteve no Atlético-GO. 

Os últimos três anos foram ainda piores, com passagens sem gols por Vitória (2020 e 2021, quatro jogos) e São Caetano (2021, seis jogos). No último clube que defendeu, o Botafogo-SP, Walter marcou três jogos em 11 jogos na Série C, mas passou em branco nos cinco jogos que disputou da Copa Paulista. 

Com os números de 2016 até aqui (142 jogos e 21 gols), Walter precisa de sete partidas para balançar as redes. Junto à queda dos números, soma-se os problemas extra-campo que interferiram diretamente no desempenho por onde passou.

A comparação passa a ser inevitável com o último dono da posição de centroavante no Santa Cruz. Em três anos com a camisa tricolor, Pipico marcou 46 gols em 107 jogos, com uma média de 0,42 por partida, número próximo a marca de um gol a cada duas partidas.

Confira os números de Walter (2013-2021):

2013 - Goiás - 29 gols em 54 jogos
2014 - Fluminense - 9 gols em 42 jogos
2015 - Fluminense/Athletico - 11 gols em 50 jogos
2016 - Athletico - 5 gols em 35 jogos
2016 - Goiás - 3 gols em 10 jogos)
2017 - Goiás/Athletico - 5 gols em 31 jogos
2018 - CSA - 2 gols em 15 jogos
2018 - Paysandu - 2 gols em 4 jogos
2019 - CSA - suspensão por doping
2020 - Athletico - 1 gol em 21 jogos
2021 - Vitória - 0 gols em 4 jogos
2021 - São Caetano - 0 gols em 6 jogos
2021 - Botafogo-SP - 3 gols em 16 jogos

Total: 70 gols em 288 jogos (0,24 gol/jogo)

Veja também

Florentín destaca entrega do time e agradece apoio da torcida contra o FlamengoSport

Florentín destaca entrega do time e agradece apoio da torcida contra o Flamengo

Em jogo animado, Sport fica no empate com o Flamengo na ArenaCampeonato Brasileiro

Em jogo animado, Sport fica no empate com o Flamengo na Arena