O drama das famílias com notícias truncadas

Choque pela tragédia, esperança e, enfim, o desfecho triste para os parentes do goleiro Danilo, resgatado ainda com vida

A defesa de Bolsonaro alegou que a propaganda desvirtua o verdadeiro comportamento do candidato e usa falas suas fora de contexto, tendo como único intuito prejudicar o adversário por meio de ataques diretosA defesa de Bolsonaro alegou que a propaganda desvirtua o verdadeiro comportamento do candidato e usa falas suas fora de contexto, tendo como único intuito prejudicar o adversário por meio de ataques diretos - Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

 

As famílias das vítimas conviveram com uma mistura de sentimentos ao receberem a notícia do acidente com o avião da Chapecoense. Primeiro, o choque pela informação, na sequência, a esperança de que havia sobreviventes e, a partir daí, cada caso foi sendo esclarecido com a confirmação da Aviação Civil da Colômbia. Menos dois: o do goleiro Danilo e o do zagueiro Neto. Nas primeiras horas da manhã no Brasil, a comunicação era truncada e a cada momento os familiares recebiam relatos sobre os jogadores. Ora que estavam vivos, ora que estavam mortos. informação aumentou ainda mais a angústia dos parentes com o passar do dia. Em entrevista ao SporTV, a mãe do goleiro Danilo, Alaíde Padilha, relatou o drama. “É uma notícia diferente a cada minuto.

 Meu coração está despedaçado. Eu jamais achei que passaria por esse momento. Não consegui assimilar. Não está sendo fácil. Não temos notícias concretas. Cada um fala uma coisa. Vamos aguardar a confirmação para saber se foi dada a morte dele. Ninguém falou ainda: ‘seu filho, foi’”, contou.
Apenas no início da tarde, uma informação oficial e definitiva. Para a tristeza da família, a morte do goleiro Danilo foi confirmada. O desencontro de informações aconteceu porque o jogador foi levado inicialmente à clínica San Juan de Dios de la Sierra, na Colômbia, com vida, e depois transferido ao Hospital San Vicente, mas não resistiu aos ferimentos.
“O Hospital San Vicente, de Rio Negro, recebeu Jackson Follmann e Danilo. Segundo informações repassadas, Danilo faleceu”, afirmou o diretor da Clínica San Juan de Dios de la Sierra, Guillermo Molina, por volta das 14h45, confirmando a notícia da morte de um dos heróis da Chapecoense na Copa Sul-Americana.
A expectativa por informações concretas também aumentou o sofrimento da família do zagueiro Neto. O irmão do defensor, Carlos Zampieri, descreveu a aflição para saber o estado de saúde do atleta. “Estamos aqui esperando mais notícias. Até alguém soltar boletim sobre como ele está. O que a gente sabe é por vocês da imprensa”, disse em entrevista ao canal Globo News..
Também no começo da tarde, o diretor da Clínica San Juan de Dios, Guillermo Molina, falou sobre o estado de saúde de Neto, que é crítico. O jogador passou por uma cirurgia, mas o médico acredita na recuperação.
“O paciente está com hematoma craniano, não sabe se é fratura, e no abdômen e tórax. O estado dele é crítico, vamos esperar a evolução. No caso dele, foi encontrado vivo na madrugada, quando diziam que não havia mais sobreviventes. É um jogador com grande porte físico, aguentou o impacto, o inverno, o aguaceiro... Esperamos que com a tecnologia médica a capacidade do corpo resista ao procedimento cirúrgico”, pontuou.

Sobreviventes
Além do zagueiro Neto, outras cinco pessoas sobreviveram à tragédia com o avião da Chapecoense. O lateral Alan Ruschel sofreu uma ferida na cabeça, outra no braço e seu estado de saúde é estável, sendo necessário passar por novos exames; o zagueiro Neto está em estado grave; Jackson Follman sofreu fraturas nos membros superiores e teve a perna direita amputada; o jornalista Rafael Henzel está com uma fratura na costela e trauma no tórax; a comissária Ximena Suárez sofreu fraturas múltiplas; enquanto o técnico de aeronave Wetin Tumiri realizou o protocolo de segurança no momento do acidente e teve ferimentos leves.

 

Veja também

Na Fonte Nova, Bahia desafia tabu contra o Ceará
Futebol

Na Fonte Nova, Bahia desafia tabu contra o Ceará

Em clima de decisão, Náutico visita Figueirense no Orlando Scarpelli
Série B

Em clima de decisão, Náutico visita Figueirense no Orlando Scarpelli