O plano coral para contrariar a lógica

Santa Cruz busca retomar bom nível de atuação para vencer primeiro adversário direto no returno, o Figueirense

Fernando e Adriana Bezerra de Melo, o prefeito Miguel Coelho e FBC FilhoFernando e Adriana Bezerra de Melo, o prefeito Miguel Coelho e FBC Filho - Foto: Divulgação

Seis pontos separam o Santa Cruz da saída da zona de rebaixamento da Série A do Campeonato Brasileiro. Apesar de a matemática apontar mais de 90% de chance de o Tricolor cair para a Segunda Divisão, o discurso pelas bandas do Arruda é de confiança. Caso o clube pretenda manter a chama acesa, apenas a vitória terá que ser conquistada, às 11h de hoje, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Afinal, diante dos corais estará o Figueirense, equipe que encabeça a Z4.

O Santa Cruz entra nesta 28ª rodada com 23 pontos, na vice-lanterna da competição. Até agora, a equipe conseguiu seis vitórias, cin­co empates e 14 derrotas, com um aproveitamento de 29,5%. Já a equipe do Figueirense se encontra na 17ª posição, com 28 pontos. Sua campanha é de seis vitórias, dez empates e nove derrotas, que rendeu aproveitamento de 35,9%. Como mandante, os catarinenses tiveram apenas uma derrota, com sete empates e cinco vitórias. Já os tricolores acumularam oito derrotas, quatro empates e apenas uma vitória como visitantes.

Um triunfo pernambucano diante do Figueirense é contra­riar a lógica que o próprio San­ta Cruz tem apresentado nes­te returno da Série A. Levan­do em consideração apenas adversários diretos - ou se­ja, equipes que estão nas dez últimas posições da tabela de classificação -, o Tricolor não conquistou nenhuma vitória. Os corais encararam Vitória (2x2), Cruzeiro (2x0) e Sport (5x2). Até o final da competição, além do próprio Figueirense, a equipe vai enfrentar o Internacional, Amé­rica/MG, Coritiba e São Paulo. A receita para obter resultados positivos foi detalhada pelo zagueiro Danny Morais.

“Nós temos de retomar nosso nível de atuação que apareceu contra o Santos. Infelizmente o resultado não aconteceu. Mas precisamos manter o nível, que vamos conseguir bons resultados. Com certeza, vamos sair deste lugar incômodo”, disse o defensor. Na oportunidade, diante do Santos, os tricolores chegaram a empatar duas vezes a partida, mas acabaram sofrendo com a derrota nos minutos finais do jogo.

Para o jogo contra o Figueirense, o técnico Doriva terá a volta dos três atletas que desfalcaram a equipe na Copa Sul-Americana. Sendo assim, a titularidade de Léo Moura, João Paulo e Keno estão garantidas. Outro jogador que deve voltar à condição de titular é o centroavante Bruno Moraes, após ter dado espaço para Grafite no jogo contra o Independiente Medellín, na última quarta-feira.

Figueirense
Prestes a fazer sua estreia no comando técnico do Figueirense, Marquinhos Santos preparou uma equipe no 4-1-4-1. Ainda sem poder contar com Rafael Moura, o técnico tem outros problemas para o jogo: o lateral-esquerdo Marquinhos Pedroso, que cumpre suspensão por expulsão, além de mais oito atletas que estão no departamento médico. As principais novidades fi­cam por conta da escalação de Jefferson co­mo primeiro vo­lante, seguido com uma li­nha de quatro nomes - Dodô pela direita, Ferrugem e Elvis mais cen­tralizados e Bady na esquer­da. Lins será o úni­co no­me mais adiantado.

Figueirense
Gatito Fernández; Ayrton, Bruno Alves, Werley e Pará; Jefferson, Ferrugem, Elvis, Bady e Dodô; Lins. Técnico: Marquinhos Santos

Santa Cruz
Tiago Cardoso; Léo Moura, Danny Morais, Neris e Allan Vieira; Uillian Correia, Derley, João Paulo e Pisano; Keno e Bruno Moraes (Grafite). Técnico: Doriva

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Horário: 11h. Árbitro: Paulo Henrique Schleich Vollkopf (MS). Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz/FIFA e Cicero Alessandro de Souza (Ambos do MS).
Transmissão TV: Premiere FC.

Veja também

Thiago Duarte comemora vitória do Santa Cruz e fala em evolução da equipe
Futebol

Thiago Duarte comemora vitória do Santa Cruz e fala em evolução da equipe

Central empata com Vitória da Conquista e permanece invicto na Série C
Futebol

Central empata com Vitória da Conquista e permanece invicto na Série C