Odilávio ou Wallace? O mistério de Goiano para a final

Dupla briga por um espaço no ataque do Náutico para o duelo contra o Sport, nos Aflitos, pela decisão do Estadual

Técnico do Náutico, Márcio Goiano diz que é preciso "ter equilíbrio para filtrar as coisas do dia a dia"Técnico do Náutico, Márcio Goiano diz que é preciso "ter equilíbrio para filtrar as coisas do dia a dia" - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

O técnico Márcio Goiano tem o costume de sempre fechar o treinamento para a Imprensa na véspera de um jogo. Desta vez, porém, ele foi além. O “mistério” começou nesta última quarta (10), ao permitir apenas imagens de aquecimento. Depois, com privacidade, comandou um trabalho tático com a provável escalação alvirrubra para o duelo do domingo, diante do Sport, nos Aflitos, pela partida de ida do Campeonato Pernambucano. A lista dos 11 que começam jogando deverá ser guardada, como de costume, até momentos antes de a bola rolar. A maior dúvida está no ataque, com dois perfis distintos brigando pelo posto de centroavante.

Cada candidato tem sua particularidade. O atual titular é o prata da casa Odilávio, de 22 anos. O jogador era a quarta opção para a posição de centroavante no começo da temporada. A chance só chegou após uma série de lesões dos seus concorrentes. Rafael Oliveira, o então “número 2”, acumula problemas físicos desde 2017. Tharcysio, outro da base, era o reserva imediato do antigo titular, Wallace Pernambucano. Mas ambos se machucaram.

O espaço caiu no colo de Odilávio e ele não largou mais. Esteve em campo em 11 jogos, marcando três gols. Goiano gosta de ressaltar nas entrevistas que o atacante não tem o perfil característico de um centroavante, mas isso não é desvantagem. A mobilidade em cair pelos lados e ajudar também na assistência de jogadas trouxe um lado polivalente importante para o atleta. E será que ele sentiria o peso de entrar em um clássico? Um dado pode reforçar a confiança no atleta. Odilávio marcou gols importantes contra adversários de divisão superior, como CRB e Vitória (Série B).

Leia também:
Esgotados ingressos do Sport para final do Pernambucano
Martelo batido: finais do PE serão nos Aflitos e Ilha
Finais do Pernambucano terão arbitragem de fora do Estado
Sport já treina visando decisão contra o Náutico
Assis nega clima de revanche com o Sport


Odilávio só não está garantido porque seu reserva é experiente e de alto calibre. Wallace Pernambucano é o artilheiro do clube em 2019, com oito gols, e começou a temporada como principal jogador do clube - mesmo com a presença de Jorge Henrique. Uma lesão no joelho direito, após o Clássico das Emoções perante o Santa Cruz, no Arruda, pela Copa do Brasil, deixou o atleta de molho por algumas semanas. Tempo suficiente para Odilávio entrar e agradar. Mas Wallace tem sido uma incômoda sobra. Sempre que é acionado, no decorrer dos jogos, o centroavante aumenta a qualidade ofensiva. Já fez dois gols assim e deu assistência para o tento de Thiago, no triunfo por 2x0 ante o Ceará, no Castelão, que colocou o Náutico na semifinal da Copa do Nordeste.


Veja também

Martelotte culpa desatenção por empate contra o Itabaiana-SE e mira decisão no Arruda
Santa Cruz

Martelotte culpa desatenção por empate contra o Itabaiana-SE e mira decisão no Arruda

Anderson, protagonista da melhora defensiva do Náutico
Futebol

Anderson, protagonista da melhora defensiva do Náutico