Ortigoza se aproxima de fase mais artilheira da carreira

Com nove gols em 13 jogos, Ortigoza tem média de 0,69 tentos por jogo. Melhor marca foi alcançada em 2012, pelo Sol América/PAR, com 13 bolas na rede em 17 partidas

Ortigoza já marcou nove gols em 13 jogos pelo NáuticoOrtigoza já marcou nove gols em 13 jogos pelo Náutico - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

A importância de Ortigoza para o Náutico tem diversos fatores subjetivos como liderança técnica e experiência, mas são os números e gols que ratificam a boa fase do centroavante paraguaio nesta temporada. As estatísticas, inclusive, aproximam o jogador do seu período mais artilheiro da carreira, alcançado em 2012, pelo Sol de América/PAR.

Há seis anos, na época em que atuava pela equipe do seu país, Ortigoza marcou 13 gols em 17 jogos, com uma média de 0,76 por partida. Em 2018, pelo Náutico, já são nove em 13 confrontos (0,69 por jogo). Faltam quatro bolas na rede para empatar em gols com o desempenho no Sol.  

Leia também:
Inspirado em interinos da Série A, Dudu tenta se consolidar no Náutico
Dudu confirma titulares do Náutico contra a Juazeirense

O ano em que Ortigoza mais balançou as redes foi 2015, pelo Cerro Porteño. Foram 17 gols em 38 jogos (0,44 por duelo). Nas passagens pelo Brasil, o jogador já superou as marcas antigas alcançadas no Palmeiras e no Cruzeiro. No clube paulista, o atleta fez oito gols em 42 confrontos. Na Raposa, foram apenas quatro bolas na rede em 29 oportunidades.

A presença de Ortigoza também traz benefícios mais amplos. Nos 13 jogos que esteve em campo, o Náutico venceu oito, empatou três e perdeu apenas dois. Um aproveitamento de 69,2%. “Quero ajudar o clube sempre que possível. Fico feliz que as coisas estão acontecendo de maneira positiva. Todo mundo está trabalhando bem e isso dá confiança para conseguirmos os objetivos que traçamos para a temporada”, afirmou.

Veja também

Apresentado oficialmente, Julinho já se coloca à disposição para a estreia na Série C
Futebol

Apresentado oficialmente, Julinho já se coloca à disposição para a estreia na Série C

Roger Federer é derrotado no retorno às competições no saibro
Tênis

Roger Federer é derrotado no retorno às competições no saibro