Esportes

Óscar Ramírez diz que não pedirá para baterem em Neymar

O treinador da Costa Rica afirmou que não quer que seus atletas sejam desleais nas dividas com Neymar

Óscar Ramírez, técnico da Costa Rica Óscar Ramírez, técnico da Costa Rica  - Foto: CHRISTOPHE SIMON / AFP

O técnico da Costa Rica, Óscar Ramírez, afirmou que não vai pedir para sua equipe parar Neymar com faltas nesta sexta-feira (22), a exemplo do que fez a Suíça na estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo 2018, no último domingo (17).

"Neymar é um jogador muito habilidoso e buscaram pará-lo com faltas bruscas. Temos nossa estratégia para isso. Mas não gostaria de ver faltas bruscas nele. Acho que há formas diferentes de pará-lo", apontou Óscar.

Diante dos suíços, o camisa 10 do Brasil sofreu 10 faltas, um recorde no Mundial: desde a edição 1998 que um mesmo jogador não recebia tantas infrações em uma mesma partida.
Leia também:
Neymar não jogará no "sacrifício", segundo Tite
'Talvez o Brasil ganhe 19 de 20 jogos', diz meia da Costa Rica

A seleção brasileira encara a Costa Rica a partir das 9h (de Brasília) desta sexta, em São Petersburgo, pela segunda rodada do Grupo E da Copa.

Veja também

"Quando vamos fazer algo?": Steve Kerr, técnico do Warriors, se emocionado após ataque em escola
ESTADOS UNIDOS

"Quando vamos fazer algo?": Steve Kerr, técnico do Warriors, se emocionado após ataque em escola

Governo britânico autoriza venda do Chelsea para um grupo liderado pelo americano Todd Boehly
Futebol

Governo britânico autoriza venda do Chelsea para um grupo liderado pelo americano Todd Boehly