Óscar Ramírez diz que não pedirá para baterem em Neymar

O treinador da Costa Rica afirmou que não quer que seus atletas sejam desleais nas dividas com Neymar

Óscar Ramírez, técnico da Costa Rica Óscar Ramírez, técnico da Costa Rica  - Foto: CHRISTOPHE SIMON / AFP

O técnico da Costa Rica, Óscar Ramírez, afirmou que não vai pedir para sua equipe parar Neymar com faltas nesta sexta-feira (22), a exemplo do que fez a Suíça na estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo 2018, no último domingo (17).

"Neymar é um jogador muito habilidoso e buscaram pará-lo com faltas bruscas. Temos nossa estratégia para isso. Mas não gostaria de ver faltas bruscas nele. Acho que há formas diferentes de pará-lo", apontou Óscar.

Diante dos suíços, o camisa 10 do Brasil sofreu 10 faltas, um recorde no Mundial: desde a edição 1998 que um mesmo jogador não recebia tantas infrações em uma mesma partida.
Leia também:
Neymar não jogará no "sacrifício", segundo Tite
'Talvez o Brasil ganhe 19 de 20 jogos', diz meia da Costa Rica

A seleção brasileira encara a Costa Rica a partir das 9h (de Brasília) desta sexta, em São Petersburgo, pela segunda rodada do Grupo E da Copa.

Veja também

Algoz de Vasco e Bahia, Defensa y Justicia conquista Copa Sul-Americana
Futebol

Algoz de Vasco e Bahia, Defensa y Justicia conquista Copa Sul-Americana

Confira a vitória do Flamengo sobre o São Paulo por 79 a 71 na final da Copa Super 8
Basquete

Confira a vitória do Flamengo sobre o São Paulo por 79 a 71 na final da Copa Super 8