Oswaldo de Oliveira é o novo técnico do Fluminense

Conhecido da torcida tricolor, profissional, ex-Sport, dará início a sua terceira passagem no clube carioca

Oswaldo de Oliveira estava sem clube desde maioOswaldo de Oliveira estava sem clube desde maio - Foto: Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

O Fluminense anunciou na noite desta terça-feira (20) a contratação do técnico Oswaldo de Oliveira. Conhecido da torcida tricolor, Oswaldo dará início a sua terceira passagem no clube carioca.

Ele chega ao clube nesta quarta (21), viaja com o elenco para o duelo com o Corinthians, pela Copa Sul-Americana, na quinta (22), mas caberá ao auxiliar Marcão dirigir o time em Itaquera. Sua apresentação está marcada para a próxima segunda (26).

Leia também:
Atlético demite Oswaldo após confusão com repórter
Irritado, Oswaldo de Olveira parte para cima de repórter

Desde maio, Oswaldo estava sem clube depois de ser demitido do Urawa Red Diamonds, do Japão. Seu último trabalho no Brasil foi no Atlético-MG, em que acabou demitido em fevereiro de 2018 após xingamentos contra um repórter.

A missão, dessa vez, é ajudar o Fluminense a deixar a zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O time é apenas o 18º colocado, com 12 pontos em 15 jogos (aproveitamento de 26%) e possui a segunda pior defesa da competição (25 gols sofridos).

Na primeira passagem dele pela equipe das Laranjeiras, entre 2000 e 2001, foi semifinalista do Campeonato Brasileiro. No entanto, em 2006, deixou o clube e culpou a Unimed, parceira do Fluminense na ocasião, por tentar influenciar na escalação.

Oswaldo vai substituir Fernando Diniz, demitido na segunda (19) após a derrota para o CSA. Diniz comandava o time das Laranjeiras desde o começo deste ano. Em 44 jogos, ele obteve 18 vitórias, 11 empates e 15 derrotas.

Com 68 anos, Oswaldo surgiu para o futebol como auxiliar-técnico de Vanderlei Luxemburgo no Corinthians em 1998. Um ano depois, com a ida de Luxemburgo para seleção brasileira, ele estreou como treinador e logo foi campeão paulista, brasileiro e mundial.

O técnico dirigiu os quatro grandes clubes de São Paulo (Palmeiras, São Paulo e Santos, além do Corinthians) e também do estado do Rio de Janeiro (Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco).

Veja também

Veja duelos das oitavas de final da Copa do Brasil, com times da Libertadores
Futebol

Veja duelos das oitavas de final da Copa do Brasil, com times da Libertadores

Náutico vai a Brasília e se posiciona a favor da Lei do Mandante
Futebol

Náutico vai a Brasília e se posiciona a favor da Lei do Mandante