Papa recebe no Vaticano a seleção alemã de futebol

Jogadores enfrentarão a Itália em um amistoso na terça-feira em Milão

Carol Levy no Tacaruna Carol Levy no Tacaruna  - Foto: divulgacao

Os jogadores da seleção de futebol da Alemanha, que enfrentarão a Itália em um amistoso na terça-feira em Milão, foram recebidos nesta segunda-feira no Vaticano pelo papa Francisco, que os convidou a assumir sua responsabilidade com os jovens que os consideram "referências".

Os alemães foram recebidos em uma audiência privada pelo pontífice, que recebeu de presente uma camisa autografada.

O papa argentino, grande fã de futebol, mencionou o "espírito de equipe" dos jogadores alemães, de acordo com um comunicado divulgado pelo Vaticano.

Francisco citou a "responsabilidade além dos gramados, sobretudo em relação aos jovens que geralmente os tomam como referências".

"Esta audiência é para cada jogador e para nós uma oportunidade extraordinária", afirmou antes do encontro o técnico Joachim Low.

O coordenador técnico da seleção alemã, Oliver Bierhoff, informou que todos os jogadores, incluindo os muçulmanos como Gundogan e Mustafi, compareceriam à recepção.

"Os jogadores têm uma mentalidade aberta. Uma visita ao Vaticano não está ligada necessariamente à fé ou a pertencer a uma religião", disse Bierhoff.

Veja também

Confuso, Náutico perde para o CSA e ingressa no Z4 da Série B
Série B

Confuso, Náutico perde para o CSA e ingressa no Z4 da Série B

Thiago Duarte comemora vitória do Santa Cruz e fala em evolução da equipe
Futebol

Thiago Duarte comemora vitória do Santa Cruz e fala em evolução da equipe