Futebol

No Arruda, Náutico encara Vasco, pela Série B

Invicto na competição, cariocas estão no G4, enquanto o Timbu tenta se distanciar da zona de rebaixamento e se aproximar do grupo dos quatro melhores

Roberto Fernandes, técnico do NáuticoRoberto Fernandes, técnico do Náutico - Foto: Tiago Caldas/CNC

Na vitória por 2x1 diante do Brusque, na rodada anterior da Série B do Campeonato Brasileiro 2022, o Náutico acabou com um jejum de cinco jogos sem vencer e quebrou a invencibilidade dos catarinenses como mandantes no torneio. Resultado que dá motivação para os alvirrubros tentarem superar outra barreira.

O Vasco, adversário da noite desta terça-feira (7), às 19h, ainda não foi derrotado na Segundona. Sinal de que a missão dos pernambucanos não será fácil. Ainda por cima, o clube não terá os Aflitos ao seu lado. Por conta das fortes chuvas que atingiram a Região Metropolitana do Recife (RMR), o Timbu soliticou uma mudança no local do confronto, que passou para o Arruda.

Atuar em casa era um dos trunfos que o Náutico planejava ter para vencer o Vasco. A história, porém, mostra que o clube não tem tanto assim a lamentar o fato de precisar muda de lar temporariamente. O Timbu nunca ganhou dos cariocas jogando no Eládio de Barros Carvalho. Em oitro confrontos, a equipe perdeu seis e empatou dois, envolvendo encontros pelas Séries A e B, além de embates pela Taça Brasil e Copa do Brasil.

Rhaldney pode voltar

Quanto à escalação, a tendência é que o técnico Roberto Fernandes mantenha a mesma base do Náutico que venceu o Brusque. Uma dúvida gira em torno da recuperação do volante Rhaldney, vetado anteriormente por conta de uma virose. O zagueiro Camutanga, fora do duelo anterior devido dores no joelho, também pode regressar. 

Invicto e no G4

Quarto colocado, com 18 pontos, os cariocas possuem quatro vitórias e seis empates. Já o Náutico é o nono, com 12, somando três triunfos, três resultados de igualdade e quatro tropeços. Se ganhar dos cruzmaltinos, os alvirrubros podem se distanciar das equipes que estão na zona de rebaixamento, aproximando-se ainda do G4 da competição.

Embora separados por seis pontos na tabela de classificação, Náutico e Vasco possuem algo em comum: o número de gols marcados. Ambos têm oito. A diferença é o desempenho da defesa. Enquanto os pernambucanos já foram vazados 10 vezes, os cariocas sofreram apenas três, contando com a melhor defesa até o momento na Série B.

Sem novo técnico

Após demitir Zé Ricardo, o Vasco ainda não anunciou o novo comandante para a sequência da Série B. Diante do Náutico, os cruzmaltinos serão treinados pelo interino, Emílio Faro. 

Ficha técnica

Náutico

Lucas Perri; Victor Ferraz, Wellington (Camutanga), Bruno Bispo e Thássio; Ralph, Rhaldney (Nascimento), Richard Franco e Jean Carlos; Pedro Vitor e Léo Passos. Técnico: Roberto Fernandes

Vasco

Thiago Rodrigues, Gabriel Dias, Danilo, Anderson Conceição e Edimar; Yuri Lara, Andrey dos Santos e Nenê; Gabriel Pec, Getúlio e Figueiredo. Técnico interino: Emílio Faro

Local: Arruda (Recife/PE)
Horário: 19h
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA-SP). Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Gustavo Rodrigues de Oliveira (ambos de SP)
Transmissão: Premiere FC

Veja também

Regularizado, Denis fica à disposição de Claudinei para pegar o Tombense
Sport

Regularizado, Denis fica à disposição de Claudinei para pegar o Tombense

Adversário do Sport, Tombense segue invicto como mandante na Série B
Sport

Adversário do Sport, Tombense segue invicto como mandante na Série B