Paradela é o primeiro atleta de Cuba a assinar contrato nos EUA sem desertar

Luis Javier Paradela atuava no time da Universidade de San Carlos, na Guatemala, com um contrato endossado pelo Instituto Cubano de Esportes

Luis Javier ParadelaLuis Javier Paradela - Foto: Divulgação/Reno 1868 FC

O jogador de futebol Luis Javier Paradela se converteu no primeiro atleta de Cuba a ser contratado por uma equipe dos Estados Unidos sem desertar, informou nessa segunda-feira (09) a imprensa local.

O atacante de 22 anos assinou em 29 de agosto um contrato com o Reno 1868, da segunda divisão dos Estados Unidos (USL), onde vai atuar "com um visto de trabalho que lhe permite jogar temporariamente no território americano sem desertar de Cuba", informou a emissora de TV estatal, acrescentando que trata-se de um "fato inédito".

Paradela atuava no time da Universidade de San Carlos, na Guatemala, com um contrato endossado pelo Instituto Cubano de Esportes (Inder).

Leia também:
Medalhistas fazem protestos anti-Trump no pódio do Pan
Corinthians divulga escudo com protesto contra queimadas
Federação libera cubano Leal para jogar pela seleção brasileira de vôlei

O bloqueio aplicado por Washington contra Cuba desde 1962 - que foi ampliado durante o governo de Donald Trump - força os atletas cubanos a desertar, às vezes sob condições de risco, para assim assinar com equipes nos Estados Unidos.

Veja também

'Poderíamos ter ajudado Maradona', lamenta Klopp
Luto

'Poderíamos ter ajudado Maradona', lamenta Klopp

Enfermeiro foi a última pessoa a ver Maradona com vida, diz procuradoria
LUTO

Enfermeiro foi a última pessoa a ver Maradona com vida, diz procuradoria