Participativo e eficaz: números de Wallace no Náutico

Meia tem atuado improvisado como atacante e marcou seis gols em nove jogos com a camisa alvirrubra

Wallace Pernambucano decidiu o Clássico das Multidões, mas se lesionouWallace Pernambucano decidiu o Clássico das Multidões, mas se lesionou - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Participativo, raçudo e eficaz. O meia Wallace Pernambucano é de longe o nome mais importante não só do Náutico como também do futebol estadual neste início de semestre. Improvisado como centroavante, o atleta, questionado na pré-temporada por conta do porte físico avantajado, superou a desconfiança com bons desempenhos e, acima de tudo, gols. Presente em nove dos 12 jogos da equipe em 2018, o atleta marcou seis vezes, ostentando o posto de artilheiro do time e vice do Brasil, perdendo apenas para Matheus (9), recém-contratado pelo Corinthians. Além disso, Wallace participou de outros lances que resultaram em bolas na rede. Ele ajuda no desarme, dá assistências e finaliza. O famoso lema do “bate o escanteio e sobe para cabecear”.

O poder de decisão de Wallace, comprovado a olho nu, é reforçado pelos números. Sempre que esteve em campo, o atleta participou diretamente ou indiretamente nos gols. Tirando as duas partidas da pré-Copa do Nordeste, diante do Itabaiana/SE, que ficaram no 0x0, em todos os demais confrontos que contaram com a presença do camisa 9, o placar foi movimentado.

Leia também: 
Roberto elogia Bruno, mas não descarta reforço no gol
Náutico bate o Fluminense/BA na Copa BR e ganha uma bolada

Na Copa do Brasil, Wallace deu assistência para o gol de Camutanga que garantiu o empate em 1x1 com o Cordino/MA, na estreia da competição. O resultado levou o Timbu à fase seguinte do mata-mata e, novamente, o meia foi decisivo, marcando de cabeça o gol da vitória por 1x0 perante o Fluminense/BA. Resultado que assegurou R$ 1,4 milhão aos cofres alvirrubros, além de uma vaga à terceira etapa da competição.

O pernambucano natural de Escada, distante a 60 km do Recife, também colocou a bola no fundo das redes na Copa do Nordeste. Na estreia, contra o Altos/PI, ele foi o autor de um dos gols no empate em 2x2. Depois, na derrota por 2x1 para o Botafogo/PB, marcou o tento de honra do Timbu.

Das seis partidas já disputadas no Pernambuco, Wallace disputou apenas três e foi poupados nos demais embates. Passou em branco na derrota do Náutico por 3x0 para o Central, mas foi crucial nos encontros perante Sport e Vitória. No Clássico dos Clássicos, fez dois gols no triunfo por 3x0. Contra o Tricolor das Tabocas, ele deixou sua marca no empate em 1x1.

Wallace pode, de maneira bastante antecipada, quebrar a marca de Erick, artilheiro do Náutico em 2017 com nove gols – vale citar que o atleta formado na base do Timbu saiu no meio do ano. Depois do prata da casa, Anselmo (7) e William (5) foram os nomes que mais balançaram as redes. Com um desempenho assim, não é exagero dizer que o Náutico é hoje Wallace e mais 10.

Wallace Pernambucano

Jogos: 9 (3 pelo Pernambucano, 2 pela pré-Copa do Nordeste, 2 pela Copa do Nordeste e 2 pela Copa do Brasil
Gols: 6 (2 contra Sport, um contra Vitória, Altos, Botafogo e Fluminense)
Assistência: 1 (contra o Cordino)
Retrospecto no time: (2V, 5E e 2D)

 

Veja também

Tite convoca Paquetá para o lugar de Coutinho na seleção brasileira
Seleção Brasileira

Tite convoca Paquetá para o lugar de Coutinho na seleção brasileira

Tite chama Paquetá para substituir Philippe Coutinho
Eliminatórias da Copa

Tite chama Paquetá para substituir Philippe Coutinho