Páscoa comenta parceria com Tiago e dá dicas para atletas da base

Jogador será um dos titulares no jogo-treino da sexta (20), contra a Agap

Páscoa está ansioso para disputa do Clássico das EmoçõesPáscoa está ansioso para disputa do Clássico das Emoções - Foto: Léo Lemos/Divulgação/Náutico

A defesa do Náutico foi um dos setores que sofreu maior mudança em 2017. Chegaram Ewerton Páscoa, Tiago Alves e Nirley, além de Adalberto, remanescente do ano passado. Por isso, uma das preocupações do técnico Dado Cavalcanti é fazer com que a nova dupla de zaga tenha o maior entrosamento possível. Uma incumbência que, ao menos por enquanto, será da dupla formada por Ewerton e Tiago.

“Eu e o Tiago estamos conversando bastante. Dado optou por começar com a gente e sabemos que precisamos dar segurança ao time do Náutico. Faremos de tudo para dar essa sustentação. Precisamos ter uma marcação forte para dar uma condição melhor aos companheiros lá da frente”, afirmou Páscoa.

O atleta também comentou sobre a presença de atletas da base neste início de temporada. Metade da equipe alvirrubra é formada por garotos. Na lateral esquerda, por exemplos, todos são pratas da casa: Manoel, João Paulo e Igor Neves. “Ainda não tinha trabalhado com tanto menino, mas é muito bom. Eles que vão dar o sustento para o clube. Acho que os clubes do Brasil deveriam lançar mais a base.

Procuramos sempre conversar com eles. Alguns gostam de escutar, outros não, mas isso é da idade. As vezes eles acham que só o talento adiante, mas não é somente isso”, contou o zagueiro, destacando em especial os laterais. “Igor tem mais força que os dois. Manoel sobe bastante e o João algumas vezes a desejar na marcação, mas é devido a idade. Não sei quem vai começar jogando, mas não vejo problema algum em qualquer um dos três”, concluiu.

Veja também

Primeiro evento-teste dos Jogos de Tóquio é adiado por dois meses
Olimpíadas

Primeiro evento-teste dos Jogos de Tóquio é adiado por dois meses

Morre ex-piloto de F1 espanhol Adrián Campos, descobridor de Fernando Alonso
Fórmula 1

Morre ex-piloto de F1 espanhol Adrián Campos, descobridor de Fernando Alonso