Paulinho deixa Barcelona e acerta retorno ao futebol chinês

Meia Paulinho recebeu uma proposta "irrecusável" para voltar ao futebol chinês e preferiu deixar o Barcelona

Paulinho voltará para China após o Mundial Paulinho voltará para China após o Mundial  - Foto: ANDER GILLENEA / AFP

Dois dias após a eliminação do Brasil para a Bélgica na Copa do Mundo, Paulinho acertou sua volta ao futebol chinês. Neste domingo (8), o Guangzhou Evergrande anunciou em seu site oficial o retorno do volante, um ano após sua venda ao Barcelona. O jogador será emprestado até junho de 2019 com opção de compra. Ao contrário da maior parte da delegação do Brasil, que desembarcou no Rio de Janeiro neste domingo (08), o jogador viajou a Barcelona no sábado (7).

Leia também:
Barcelona acerta venda de Deulofeu para time inglês
Paulinho encaminha volta para o futebol chinês após a Copa
Arthur anuncia ida antecipada ao Barcelona

Segundo informações apuradas pela reportagem, o time chinês ofereceu ao jogador de 29 anos o dobro do que ele costumava receber na primeira passagem pelo Guangzhou, valor que girava entre R$ 2 milhões e R$ 2,5 milhões por mês. Pessoas ligadas a Paulinho dizem que o "caminhão de dinheiro" oferecido é irrecusável. O estafe do atleta já vinha conduzindo a negociação e aguardava o fim da participação do Brasil na Copa.

Horas após o anúncio do Guangzhou Evergrande, o Barcelona oficializou o empréstimo por um ano com opção de compra aos chineses. "O clube expressa publicamente sua gratidão a Paulinho pelo seu compromisso e sua dedicação e lhe deseja sorte e êxitos no futuro", anunciou.

Jogador do Guangzhou Evergrande entre 2015 e 2017, o volante foi vendido ao Barcelona em agosto do ano passado. Pela equipe asiática, o atleta venceu duas edições do Campeonato Chinês, uma Liga dos Campeões da Ásia, uma Copa da China e também uma Supercopa.

Antes de Paulinho, o clube chinês já havia anunciado a contratação do meia Anderson Talisca, proveniente do Benfica, após duas temporadas emprestado ao Besiktas. Além deles, a equipe comandada pelo italiano Fabio Cannavaro também conta com os brasileiros Ricardo Goulart e Alan. O treinador usou sua conta no Twitter para dar as boas-vindas ao jogador brasileiro.

Veja também

Eslovênia acusa comitê organizador do Mundial de Handebol de servir comida estragada
Handebol

Eslovênia acusa comitê organizador do Mundial de Handebol de servir comida estragada

Com 21% de chance de queda, Sport encara sequência que lhe deu apenas quatro pontos no 1º turno
Sport

Com 21% de chance de queda, Sport encara sequência que lhe deu apenas quatro pontos no 1º turno