PC Gusmão se queixa de falta de campo para treinar equipe

Com dificuldades no começo da sua era, PC Gusmão tenta encontrar soluções para os problemas extracampo, mas não depende apenas dele

PC Gusmão pediu para não se pronunciar após goleada sofridaPC Gusmão pediu para não se pronunciar após goleada sofrida - Foto: Rodrigo Baltar/Santa Cruz

Não bastasse o tempo curto de preparação de um jogo para o outro, o técnico Paulo César Gusmão expôs suas lamentações logo depois de sofrer a primeira derrota no segundo jogo à frente do comando. Ele se queixou dos fatores externos que têm enfrentado no início do trabalho no Santa Cruz, como a falta de um local para a realização dos treinamentos e os desfalques de última hora por questões médicas.

Com dificuldades no começo da sua era, PC Gusmão tenta encontrar soluções para os problemas extracampo, mas não depende apenas dele. Um dos contratempos é o gramado do Arruda, castigado e encharcado devido às fortes chuvas no Recife. Sem um Centro de Treinamento, a programação de treinos semanal acaba sendo prejudicada.

Leia também:
Santa Cruz sofre com falta de criação
Robert reclama que a bola não chega ao ataque do Santa
A preparação da base do Santa para o Brasileiro Sub-23
PC Gusmão "impede" Paraíba de ser volante no Santa
Após derrota do Santa, PC Gusmão lamenta fatores externos


A outra adversidade também está ligada às condições climáticas. Por conta do tempo chuvoso, alguns jogadores desfalcaram inesperadamente o Santa nas duas últimas partidas contra o ABC/RN. O primeiro deles foi o meia Carlinhos Paraíba, acometido de virose, e em seguida o meio-campista Geovani, vetado pelo Departamento Médico do clube por conta de uma conjuntivite.

"Todos nós já sabíamos da falta de tempo. Além disso, temos a dificuldade das chuvas que vêm caindo no Recife, do gramado ruim e do desfalque dos jogadores por viroses. Lamento esses problemas, mas nada está perdido”, comentou PC Gusmão.

Série C 

Após deixar cair a invencibilidade na Copa do Nordeste e largar em desvantagem nas quartas de final - revés para o ABC/RN por 1x0, no estádio Frasqueirão, pelo jogo de ida -, o Santa Cruz vira a chave para o Campeonato Brasileiro da Série C. Sem saber o que é perder na competição (uma vitória e dois empates em três jogos, com cinco pontos e ocupando a 4ª posição), a Cobra Coral se prepara para enfrentar o Remo, no sábado (5), às 16h, no Mangueirão, em Belém. A delegação deixou Natal nesta quinta (3), depois de um dia de recuperação, e embarcou no início da manhã para o Pará. 

Veja também

Vôlei: seleção feminina garante vice-liderança na Liga das Nações
Vôlei

Vôlei: seleção feminina garante vice-liderança na Liga das Nações

Espanha desperdiça pênalti e não sai do empate contra Polônia na Eurocopa
Eurocopa

Espanha desperdiça pênalti e não sai do empate contra Polônia na Eurocopa