Futebol

PE 2022 pode ter VAR já nos clássicos da primeira fase, aponta Evandro

Federação garante, inicialmente, sete jogos do Estadual com recurso (seis deles seriam os de mata-mata), sobrando um para a primeira fase

Lançamento do Pernambucano 2022Lançamento do Pernambucano 2022 - Foto: William Tavares/Cortesia

Em meio ao lançamento oficial do Campeonato Pernambucano Betsson 2022, nesta quinta (20), na sede da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), o presidente da federação, Evandro Carvalho, destacou que o recurso do árbitro de vídeo, utilizado no ano passado apenas nas finais estaduais, será ampliado para o mata-mata, com possibilidades de ser utilizado nos clássicos da primeira fase. 

“Temos recurso para o pagamento de sete jogos com VAR. Teremos nas duas finais, nas duas semifinais, e ainda sobram quatro para as quartas e outros jogos. No Nordeste, nenhum estado tem isso. Pelo que estou vendo, presumo ainda que nós tenhamos o recurso nos clássicos”, apontou.

No Regulamento Específico de Competição da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), já havia a indicação da possibilidade do uso do VAR, mas deixando claro que ainda seria preciso contar com as "autorizações necessárias".

O presidente do Santa Cruz, Joaquim Bezerra, aprovou a ampliação do uso do VAR. “Sabemos que o ideal seria ter em todo o campeonato, mas não é viável pelo custo. Antecipar nas quartas é extremamente importante porque a tecnologia deixa os árbitros e os jogadores com mais tranquilidade, com o espetáculo se desenvolvendo com mais harmonia. O árbitro pode se enganar em alguma marcação, mas o VAR estará lá para ratificar ou corrigir”, explicou.

Na edição 2021 do Pernambucano, o vice-presidente do Náutico, Diógenes Braga, foi um dos defensores da utilização do VAR nas finais contra o Sport. Agora com o posto de mandatário alvirrubro, o dirigente voltou a defender a  importância de utilizar o recurso tecnológico nas fases decisivas.

“Ano passado, eu briguei muito pelo VAR nas finais. Ele foi fundamental na decisão do campeonato. O ideal seria ter em todos os jogos, mas entendemos os custos operacionais. Tendo a garantia do recurso nos jogos seletivos já é um avanço. Isso mostra também que, mais à frente, tenhamos em cada vez mais partidas. A tecnologia também está mais acessível, com o modelo remoto”, frisou.

 

Veja também

Treinador do Santa Cruz revela estratégia de "vaias artificiais" durante treino fechado; entenda
SANTA CRUZ

Treinador do Santa Cruz revela estratégia de "vaias artificiais" durante treino fechado; entenda

Técnico do Santa Cruz comemora classificação no Estadual: "Marca para a grandeza desse clube"
SANTA CRUZ

Técnico do Santa Cruz comemora classificação no Estadual: "Marca para a grandeza desse clube"