Pernambucano lidera ranking juvenil do tênis nacional

Ao chegar às quartas de final do Banana Bowl, João Lucas Reis assumiu posição de número 1 na categoria até 18 anos

João Lucas Reis, tenista pernambucanoJoão Lucas Reis, tenista pernambucano - Foto: Divulgação

Pelo 48º Banana Bowl, realizado em Criciúma, o pernambucano João Lucas Reis foi o brasileiro que chegou mais longe na categoria até 18 anos. Ao alcançar as quartas de final, foi eliminado pelo francês Clement Tabur em partida eletrizante, com direito a dois tie-brakes 6/7(4) e 6/7(5). Com o resultado, ele fecha a semana na 33ª posição no ranking mundial da categoria, além de ser o número 1 do Brasil.

João, porém, não terá tempo para lamentar a derrota, já que, na próxima terça-feira, em Porto Alegre, inicia a sua participação em um dos nove principais torneios do mundo, o Campeonato Internacional Juvenil de Tênis (Copa Gerdau). Cabeça de chave, o pernambuca busca ir ainda mais longe do que no Banana Bowl.

Hoje é a vez da estreia dos pernambucanos Henrique Queiroz de Barros e Edy Jr., ambos na categoria kids (até 10 anos). Edy jogará às 10h45 contra o gaúcho Lorenzo Wellausen, enquanto Henrique debuta às 14h45 contra o vencedor da partida entre o sul-rio-grandense Pedro Tobias e o catarinense Pedro Strapazzon. Os meninos que tiveram suas histórias contadas pela Folha de Pernambuco, na última quarta-feira, terão a primeira oportunidade participar do mais tradicional torneio juvenil disputado no Brasil. Independentemente dos resultados que virão, a vitória já está garantida no que tange à conquista de experiência, maturidade e amizades.

Em curso desde o último final de semana, o campeonato têm cinco categorias, disputadas em cidades diferentes. Caxias do Sul, onde os jovens tenistas estrearão, já teve suas quadras ocupadas por outros atletas do Estado. Isso porque Aécio da Fonte, 13, e Diogo Tinoco, 15, atuaram na disputa individual, sendo eliminados na segunda rodada. Pelo torneio de duplas - até 14 anos -, Aécio, em parceria com Gabriel Barbosa, caiu nas semifinais ao perder para Gonzalo Bueno (PER)/Nicolas Niño (COL) por 2 sets a 1. Diogo Tinoco, ao lado de Gabriel Generoso, também caiu na categoria até 16 anos para os argentinos Matías Iturbe e Monferrer, por 2x0, parciais de 7/6 e 6/3.

Veja também

Fernando Leite é o novo executivo de futebol do Náutico
Futebol

Fernando Leite é o novo executivo de futebol do Náutico

Alemanha volta a proibir presença de público em eventos esportivos
Covid-19

Alemanha volta a proibir presença de público em eventos esportivos