Pernambucanos avançam de fase no Brasileiro de Basquete Escolar

Nesta segunda fase do certame, as equipes garantiram a classificação de acordo com o aproveitamento de 1° a 16° e se enfrentarão em formato de eliminatória simples, num total de oito jogos.

Salesiano venceu com facilidade, mas técnico queria maisSalesiano venceu com facilidade, mas técnico queria mais - Foto: Rafael Furtado

 

Os times representantes do Estado seguem voando alto na disputa do sexto Campeonato Brasileiro de Basquete Escolar, que acontece nas quadras do Centro Esportivo do Salesiano, na Boa Vista, e da Universo, na Imbiribeira. Salesiano no masculino, BJ Colégio e Curso e Colégio Agnes no feminino venceram no terceiro dia de competição e se classificaram para a segunda fase, com jogos disputados desde ontem. 
Nesta segunda fase do certame, as equipes garantiram a classificação de acordo com o aproveitamento de 1° a 16° e se enfrentarão em formato de eliminatória simples, num total de oito jogos. Os vencedores desses confrontos seguirão para a Série Ouro e os perdedores para a Série Prata. A Série Bronze será disputada pelas oito equipes não classificadas para a segunda fase.

Pelo naipe masculino, o Salesiano enfrentou o Dom Orione, do Tocantins, e venceu com facilidade. Pelo placar de 72x34, os garotos aproveitaram o mando de quadra e a pouca experiência do time tocantinense para carimbar a vaga na segunda etapa do torneio.

Cestinha da partida com 28 pontos anotados, Raphael Azevedo foi o destaque da equipe do Recife. No segundo jogo dia, no Centro Esportivo do Salesiano, o Santa Emília não conseguiu passar pela Escola Estadual Professora Fátima Gaiotto Sampaio, do Mato Grosso do Sul, e perdeu por 48x33. Mesmo com o placar adverso, os pernambucanos conseguiram avançar para a próxima fase com a pontuação das outras partidas disputadas.

Apesar do resultado positivo, o técnico do Salesiano não ficou satisfeito com o desempenho dos atletas. Guilherme Negreiros ressaltou a importância de um preparo psicológico antes do jogo. “Jogamos muito mal ontem, a equipe de Tocantins é muito frágil e faltou uma maior preparação mental dos atletas. Foi o suficiente para nós vencermos, mas não para convencer. Espero que consigamos fazer partidas melhores, mais focadas e que venham mais vitórias”, avaliou Guilherme.

Realizado pela Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE) e Federação do Desporto Escolar de Pernambuco (FEDEPE) em parceria com a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, o Campeonato se estende até o próximo sábado, e vale como seletiva para o Mundial Basquete Escolar, com data marcada para o final de abril, em Porec, na Croácia.

 

Veja também

Jair lamenta saída de Jonatan Gómez: 'reta final com cada vez menos opções'
Sport

Jair lamenta saída de Jonatan Gómez: 'reta final com cada vez menos opções'

Santa tem três baixas por Covid-19 para a 'decisão' diante do Brusque
Santa Cruz

Santa tem três baixas por Covid-19 contra o Brusque