A-A+

Pernambucanos participam de treinos com seleção de base

Henrique Camboim e Guilherme Antônio, do Sport/CTCL, foram convocados para um camp no Rio de Janeiro

Henrique Camboim e Guilherme Antônio, do vôlei de praiaHenrique Camboim e Guilherme Antônio, do vôlei de praia - Foto: Cortesia

Para os jovens das categorias de base da seleção brasileira de vôlei de praia, janeiro passou longe de ser sinônimo de praia. A última semana foi de muito trabalho no primeiro camp da temporada, que reuniu promessas da modalidade no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ), até esta segunda-feira (20). 

Ao todo, 18 meninos e 17 meninas com idades entre 14 e 17 anos participaram das atividades, sendo observados de perto pelas comissões técnicas. Entre eles estavam os pernambucanos Henrique Camboim e Guilherme Antônio, que treinam no Sport/CTCL, com Caio Lopes, que também integra a comissão técnica da seleção de base e participou do camp no Rio.

O grupo fez treinos técnicos, táticos e físicos, usando toda a estrutura de ponta do CT da modalidade. E ainda tinham o estímulo de ter treinando ao lado as duplas Ágatha e Duda (PR/SE) e Evandro e Bruno Schmidt (RJ/DF), duas das equipes que representarão o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, a partir de 24 de julho.

“Os jovens almejam conhecer o CDV, só de estarem aqui já é um grande estímulo para eles. Aqui encontramos toda estrutura necessária para o desenvolvimento, quartos excelentes, alimentação perfeita, estrutura de quadra muito boa. Eles estão aqui só para jogar vôlei, pensam em voleibol 24 horas por dia. A melhoria deles em uma semana é visível, e voltam aos seus centros de treinamento motivados, querendo crescer mais”, disse o técnico da seleção masculina de base de vôlei de praia, Robson Xavier.

Este é o quinto ano consecutivo que a CBV realiza o camp de vôlei de praia. Os mais jovens serão desenvolvidos para os Jogos Pan-Americanos da Juventude, em 2021, na Colômbia, e os Jogos Olímpicos da Juventude, em 2022, no Senegal. Já os mais velhos participam de testes para identificar o potencial e formar duplas para a disputa do Mundial Sub-19, que acontece em setembro, na Tailândia.

A convocação dos atletas se deu por observações em peneiras em todas as regiões do Brasil, bem como participações anteriores em laboratórios no CDV. Henrique, por exemplo, já havia sido convocado antes. Guilherme, por sua vez, teve a primeira oportunidade agora.

Veja também

RB Bragantino empata nos acréscimos e freia avanço do Inter na tabela
SÉRIE A

RB Bragantino empata nos acréscimos e freia avanço do Inter na tabela

I Open Outubro Rosa de Tênis Feminino começa nesta sexta, no Recife
Outubro Rosa

I Open Outubro Rosa de Tênis Feminino começa nesta sexta, no Recife