Pernambuco representado no Brasileiro de Pôquer

Sexta edição do Brasileiro de Pôquer por Equipes acontece nos dias 19 e 20 de julho, em São Paulo

Seleção pernambucana de pôquerSeleção pernambucana de pôquer - Foto: Divulgação

Pernambuco definiu a seleção de pôquer que representará o estado no CBPE (Campeonato Brasileiro de Pôquer por Equipes), que será disputado nos dias 19 e 20 de julho, no WTC Sheraton, em São Paulo. O técnico Matheus Melo lidera o grupo composto por Carol Varela, Pedro Henrique "Pato", Jorge Espinhara, Gustavo Nascimento, Murilo Soares e Douglas Lopes. As seleções estaduais contam com um técnico e seis jogadores, tendo entre eles uma mulher e um campeão estadual de pôquer

Disputado desde 2013, o Campeonato Brasileiro de Pôquer por Equipes reúne os maiores nomes do pôquer nacional não em busca de prêmios em dinheiro, mas da glória máxima de ver o estado que representam no lugar mais alto do pódio. “O Campeonato Brasileiro não distribui premiações em dinheiro. Então é muito legal ver os maiores jogadores do Brasil tão empolgados com um torneio desses, porque é uma das oportunidades que eles têm de representar seus estados e jogar em equipe. Mostra que o pôquer se mantém competitivo mesmo sem premiações em disputa”, afirma Ueltom Lima, presidente da CBTH (Confederação Brasileira de Texas Hold’em), entidade máxima do pôquer no Brasil e reconhecida pelo Ministério do Esporte, e organizadora da competição.

Nesta edição do Brasileiro de Pôquer por Equipes, serão 20 equipes participantes: Alagoas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia e Acre (estes dois últimos disputam de forma conjuta), Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins. No passado, os campeões foram Rio de Janeiro (2013), Amazonas (2014), combinado Rondônia/Acre (2015), Santa Catarina (2016) e São Paulo (2017). Esta é a sexta edição.

Veja também

Ainda de ressaca, Santa Cruz precisa juntar os cacos para começar a resolver pendências
Santa Cruz

Ainda de ressaca, Santa Cruz precisa juntar os cacos para começar a resolver pendências

Otimista, Hélio dos Anjos crê em ponto de corte menor contra o rebaixamento
Náutico

Otimista, Hélio dos Anjos crê em ponto de corte menor contra o rebaixamento