Perto do Santa, Carlinhos Paraíba crê em rápida readaptação

"Não venho pra cá para encerrar a minha carreira e quero corresponder", disse o meia, que estava há um longo tempo no futebol japonês e pode acertar com o Santa

Carlinhos Paraíba ao lado de seu empresário durante desembarque no RecifeCarlinhos Paraíba ao lado de seu empresário durante desembarque no Recife - Foto: Gustavo Glória/Folha de Pernambuco

O meia Carlinhos Paraíba volta ao Brasil após cinco temporadas (2012-2017) no futebol japonês. Lá, atuou em três equipes - Omiya Ardija, Júbilo Iwata e Tokushima Vortis - e disputou 161 jogos ao todo, marcando nove gols. O seu último clube brasileiro foi o São Paulo, em 2011. Apesar do longo tempo longe do País, ele crê numa rápida readaptação e quer desempenhar seu papel em alto nível.  

“Passei vários anos fora, mas estava jogando e retorno para fazer aquilo que gosto. Volto em um bom momento da minha carreira e espero que possa contribuir da melhor maneira possível. Estou me sentindo bem, além de mais experiente. Dentro de campo eu posso dar a resposta e mostrar porque vim pra cá”, disse.

Leia também:

“Sempre sonhei em voltar para o Santa”, diz Carlinhos Paraíba 

Com a força da torcida, Carlinhos Paraíba se aproxima do Santa 

Santa negocia com Carlinhos Paraíba e sonda atletas do Paulistão 

Santa conta com invasão da torcida na chegada de Carlinhos Paraíba 

"Sempre sonhei em voltar para o Santa Cruz”, revelou Carlinhos Paraíba assim que chegou à capital pernambucana na última terça-feira (3). A diretoria até convocou a torcida para recepcioná-lo em massa, mas a presença dos tricolores foi tímida no Aeroporto Internacional do Recife. Mesmo com o comparecimento de apenas dezenas de torcedores no saguão, o meio-campista, de 35 anos de idade, agradeceu o carinho daqueles que se fizeram presentes para recebê-lo.

“Não venho pra cá para encerrar a minha carreira e quero corresponder. Fico feliz pelo apoio da torcida e sempre tive vontade de jogar novamente no clube”, declarou o jogador logo em suas primeiras palavras e contato com a imprensa.

Mesmo perto de acertar o retorno ao Arruda 11 anos depois da sua passagem pela Cobra Coral, exatamente em 2007, o experiente atleta deixou claro nas entrelinhas que ainda faltam detalhes para fechar o contrato oficialmente. No entanto, garantiu que não há temor de uma negociação mais arrastada e depositou confiança na torcida. Inclusive, confessou que tem uma reunião entre as partes - ele, seu empresário, Julio Fressato, e a diretoria de futebol. Com os encontros ao longo da semana, o martelo pode ser batido a qualquer momento.

“Não tem receio (de dar errado) porque só depende da torcida. Ela sempre teve carinho por mim e vai dar tudo certo. A expectativa é boa e espero que esse projeto seja positivo. Estou vindo aqui para conversar com a direção. Só havia falado por telefone, mas agora é pessoalmente”, ponderou. 

Segundo informações apuradas pela Folha de Pernambuco, o Coritiba entrou na disputa pelo meia. Assim como no Tricolor, ele ganhou identificação no clube alviverde nos anos de 2008 e 2009. Na ocasião, se transferiu para o Coxa assim que deixou o Arruda.

Veja também

Santa anuncia renovação de contrato do artilheiro Pipico
FUTEBOL

Santa anuncia renovação de contrato do artilheiro Pipico

Tite convoca Allan e aguarda melhora de Neymar e Alex Telles
Seleção Brasileira

Tite convoca Allan e aguarda melhora de Neymar e Alex Telles