Peter Schmeichel diz ser chato assistir Neymar

Em canal de TV russo, Peter Schmeichel criticou excesso de simulações de Neymar durante as partidas

Neymar se contorce de dor após suposto 'pisão' de LayúnNeymar se contorce de dor após suposto 'pisão' de Layún - Foto: Kirill Kudryavtsev/AFP

O ex-goleiro dinamarquês Peter Schmeichel fez duras críticas a Neymar durante a vitória do Brasil contra o México por 2x0. "Tudo o que posso pensar é que eu gostaria que esse atleta não jogasse. É tão chato assisti-lo", disse Peter ao canal de TV russo RT Sport. "Eu faço esse apelo à Fifa. Não é algo que a gente queira ver no futebol. Temos o VAR, temos de ser poupados dessas simulações. Ele atrai tanta atenção, e todas as crianças vão ver. Não é bom, não é o que queremos no futebol", completou o ex-goleiro.

Peter Schmeichel é pai do atual goleiro da Dinamarca, Kasper Schmeichel, eliminada no domingo (1º) após perder, nos pênaltis, para a Croácia. "[Neymar] parecia estar morrendo. Eu pensei que ele seria colocado em uma maca e depois colocado em uma ambulância e nós nunca mais iriamos vê-lo novamente", disse Schmeichel.

No segundo tempo da partida, por volta dos 30 minutos, Neymar caiu depois de uma dividida com o mexicano Miguel Layun e rolou no gramado, pedindo cartão. A arbitragem não puniu o jogador. Em entrevista coletiva após o jogo, Layun disse que não pisou em Neymar. "Não [pisei em Neymar]. Veja, eu toco um pouco. Porque quando vou atrás da bola, ele cai, e eu estava olhando para a bola, não estava olhando pra ele. O árbitro reviu e viu que não estava com intenção de tocá-lo", disse o o jogador do México.

Veja também

Acompanhe todos os lances de Náutico x Vila Nova/GO, pela quarta rodada da Série B do Brasileiro
Série B

Acompanhe todos os lances de Náutico x Vila Nova/GO, pela quarta rodada da Série B do Brasileiro

Sobe para 53 o número de casos de Covid na Copa América
Coronavirus

Sobe para 53 o número de casos de Covid na Copa América