Santa Cruz

"Podemos melhorar", diz Derley após vitória em cima do Vera Cruz no Pernambucano

Após reestreia pelo Santa Cruz, Derley destacou a dificuldade que o treinador João Brigatti vem tendo com o calendário e diz que o tempo é fundamental para ajustar os problemas da equipe

Derley, volante do Santa CruzDerley, volante do Santa Cruz - Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

O meia Derley fez sua reestreia com a camisa tricolor na vitória por 4 a 1 em cima do Vera Cruz, nesta quarta-feira (7), no Arruda, pelo Campeonato Pernambucano. Em entrevista coletiva, o novo atleta do Santa Cruz fez uma avaliação da sua performance na estreia, destacou a dificuldade que a equipe vem tendo para treinar, por conta do calendário cheio, além de reforçar a confiança no treinador João Brigatti e também se colocou à disposição para cumprir papel de liderança no elenco tricolor.

Sobre a partida que marcou a reestreia com a camisa do Santa Cruz, Derley destacou a necessidade da equipe de seguir cobrando entre si a necessidade de melhorar e aproveitou para fazer uma autocrítica da sua atuação. 

"A cobrança entre nós tem que existir sempre, para melhorar mais. Podemos melhorar, com certeza, fazer um jogo mais consistente, vencer com mais tranquilidade, porque passamos um pouco de sufoco com a equipe do Vera Cruz, que é uma equipe muito boa e demonstrou isso no jogo de ontem. Sou um cara que faço minha autocrítica depois do jogo e foi uma atuação razoável. Claro que posso melhorar bastante, tenho muito o que melhorar individualmente, principalmente em ritmo de jogo. Na parte física, correspondi bem, mesmo treinando pouco", afirmou. 

Contratado no final de março, Derley tem apenas dez dias de clube, mas já foi o suficiente para perceber os problemas que a equipe vem tendo em relação aos treinos e calendário. O volante falou sobre como a equipe tem sofrido defensivamente e que apenas um período mais enxuto de partidas pode ajudar a corrigir esses erros de forma plena. No entanto, uma decisão se aproxima, na Copa do Brasil e o que for mais urgente, deve ser trabalhado o mais rápido possível. 

"Claro que quanto menos sofrer chances de gol, melhor. Desde que o Brigatti chegou, realmente não tá tendo tempo pra treinar. Não é desculpa, não estamos aqui pra dar desculpa, estamos aqui pra corrigir, treinar e trabalhar para não sofrer tanto contra os adversários. Acredito muito que é falta de treinamento mesmo, porque é jogo atrás de jogo. Com certeza, quando tivermos tempo, vamos corrigir esses erros. Claro que pensamos também no jogo de terça-feira (contra o Cianorte, pela Copa do Brasil), que não podemos errar, não podemos sofrer, é um mata-mata. Temos que procurar sofrer menos, anular todas as jogadas adversárias. Quanto mais deixar a bola distante do nosso gol, melhor", disse Derley.

Experiente, Derley pode ser uma peça importante também fora de campo, cumprindo um papel que já exerceu em outros clubes que atuou: a liderança. Com o capitão Danny Morais prestes a se aposentar, Derley se diz pronto para ajudar em termos de liderança e se colocou à disposição para o posto de capitão. 

"É uma das minhas características ser líder, ter a liderança, puxar o vestiário. Sempre estou pronto para assumir esse posto. Infelizmente o Danny tá se aposentando, mas com certeza a minha liderança pode ajudar, dentro e fora de campo. Esse é meu papel, ser um dos líderes aqui do Santa Cruz, por conhecer o clube, a torcida, a história. Tem também aqui o William Alves, Chiquinho, Pipico, jogadores experientes, pra que juntos possamos fazer esse time forte e cada um ter o seu papel de liderança", destacou. 

Com passagens pelo Náutico entre 2008 e 2013 e pelo Santa Cruz em 2016 e 2017, Derley se tornou nome bastante conhecido do torcedor pernambucano. Mas apesar da longa trajetória no estado, ainda não conquistou títulos em terras pernambucanas. A situação incomoda o jogador, que está disposto a mudar essa realidade, em sua nova passagem pelo Tricolor do Arruda. 

"Estou muito feliz de voltar a jogar aqui em Pernambuco. Fui muito feliz jogando aqui. Estou motivado e ambicioso. De todos os anos que joguei aqui, faltou ganhar um título e isso me incomoda um pouco. Vou em busca disso com minha equipe. Estou muito preparado para tentar buscar esse título pernambucano", concluiu. 

O mês de abril do Santa Cruz será bastante cheio, com partidas de muita importância já na próxima semana. Neste sábado (9), a partida é em João Pessoa, no Almeidão, onde enfrenta o Botafogo-PB pela Copa do Nordeste. Em seguida, a equipe tricolor viaja para o Paraná, onde enfrenta o Cianorte, pela segunda fase da Copa do Brasil, na terça-feira (13). Pelo Pernambucano, a próxima partida da equipe coral é o Clássico das Emoções, contra o Náutico, no sábado (18), nos Aflitos.

Veja também

Treinos livres do GP Emilia-Romagna têm batidas e problemas na Red Bull
F1

Treinos livres do GP Emilia-Romagna têm batidas e problemas na Red Bull

Após receber ajuda de Marcão, torcedor do Sport transporta Patric até o CT
Sport

Após receber ajuda de Marcão, torcedor do Sport transporta Patric até o CT