Polícia dos EUA prende outro médico acusado de abuso

William Strampel foi chefe de Larry Nassar na Universidade de Michigan e não teve o motivo da prisão divulgado

Larry Nassar, ex-médico da federação de ginástica dos EUA, preso por assédioLarry Nassar, ex-médico da federação de ginástica dos EUA, preso por assédio - Foto: AFP

O médico William Strampel, 70 anos, foi preso na noite de segunda-feira (26) em investigação sobre abusos sexuais envolvendo ginastas dos Estados Unidos. Strampel trabalhou como supervisor na Universidade de Michigan, onde foi chefe de Larry Nassar, preso e condenado em fevereiro por abusar jovens atletas.

O motivo da prisão de Strampel não foi revelado pelas autoridades policiais. Ex-reitor da Universidade de Michigan, Strampel tirou licença médica do cargo após o escândalo vir a público. Em outubro de 2016, o "Wall Street Journal" revelou documento em que Strampel não acreditava nas vítimas de Nassar.

"Eu não acredito que nenhuma dessas mulheres foram realmente abusadas por Larry, mas Larry não aprendeu a lição [de não confiar em pacientes] e não levou acompanhante para sala", dizia o documento apresentado pelo jornal, em 2016.

Caso Nassar
Nassar foi condenado a mais de 100 anos de prisão em dois processos de abuso sexual. Ele trabalhava na equipe de ginástica artística dos EUA. Na lista de denúncias, mais de 140 mulheres acusaram Nassar de abusá-las. Em muitos casos, o médico tocava em partes íntimas das atletas alegando tratamento clínico.

Leia também:

Nassar é condenado de novo, e pena chega a 125 anos
Médico que abusou de ginastas sofre denúncia de um homem
EUA: ex-médico é condenado por abuso sexual

Nassar agora enfrenta uma nova acusação; e de um homem. Jacob Moore, um ginasta de 18 anos da Universidade de Michigan, também entrou como parte de um processo contra o médico. Moore é o primeiro atleta do sexo masculino a apresentar queixa contra Nassar.

Veja também

Tite convoca Paquetá para o lugar de Coutinho na seleção brasileira
Seleção Brasileira

Tite convoca Paquetá para o lugar de Coutinho na seleção brasileira

Tite chama Paquetá para substituir Philippe Coutinho
Eliminatórias da Copa

Tite chama Paquetá para substituir Philippe Coutinho