Porto bate a Roma na prorrogação e avança na Champions

É a primeira vez em quatro anos que a equipe portuguesa estará entre as oito melhores da Europa

Luso-brasileiro Pepe comemora classificação do PortoLuso-brasileiro Pepe comemora classificação do Porto - Foto: PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP

O Porto se classificou nesta quarta-feira às quartas de final da Champions ao vencer a Roma por 3x1 no Estádio do Dragão na prorrogação, resultado que fez com que o time português revertesse o 2x1 que havia sofrido no jogo de ida na capital italiana.

O brasileiro Tiquinho Soares abriu o placar para o time da casa aos 26 minutos de jogo. Daniele De Rossi, em uma cobrança de pênalti, conseguiu o empate que garantia a vaga nas quartas de final para a equipe de Eusebio Di Francesco. Mas o maliense Moussa Marega fez no segundo tempo o gol que levou o duelo para a prorrogação. Já no tempo extra, o brasileiro Alex Telles, de pênalti (116), conseguiu ampliar e colocar o Porto na próxima fase.

A equipe romana, que está fora das posições que classificam da Liga dos Campeões na Serie A e foi humilhada pela Fiorentina na Copa da Itália ao perder por 7x1, não conseguiu encontrar um remédio para seus males na competição europeia, diferente do ano passado, quando alcançou as semifinais sendo eliminada pelo Liverpool.

Para entrar nas quartas de final, o Porto de Sérgio Conceição teve que esperar 120 minutos de sacrifício e tensão em um estádio lotado.

O impulso dos torcedores aproveitou ao máximo a equipe local. Um chute do mexicano Jesús Corona, outro na rede do lado de fora do zagueiro brasileiro Alex Telles, e uma chance de Corona foram o prelúdio para o gol de Tiquinho, marcado após um passe de Marega.

A alegria durou pouco já que um pênalti contra o argentino Diego Perotti foi marcado e De Rossi marcou deslocando Casillas.

Leia também:
Roma vence Porto e sai em vantagem nas oitavas da Champions
Zagueiro Pepe está de volta ao Porto
Barcelona "dá chapéu" na Roma e contrata Malcom

Em um final de primeiro tempo emocionante, outro mexicano, Héctor Herrera tentou um chute de frente e De Rossi teve que sair, machucado.

Marega, que havia marcado em seus cinco jogos anteriores da 'Champions', voltou a balançar as redes após um cruzamento na pequena área de Corona.

Já na prorrogação, Telles levou o Estádio do Dragão ao delírio ao fazer um gol de pênalti que havia sido assinalado com o auxílio do VAR, devido a um empurrão na área.

O goleiro Iker Casillas vai disputar suas primeiras quartas de final com o Porto.

É a primeira vez em quatro anos que a equipe portuguesa estará entre as oito melhores da Europa.

Veja também

“Não dá tempo para lamentar, não pode abaixar a cabeça”, diz Jair Ventura após derrota do Sport
Sport

“Não dá tempo para lamentar, não pode abaixar a cabeça”, diz Jair Ventura após derrota do Sport

Após nova intervenção decisiva do VAR, Sport perde no Rio para o Fluminense por 1 a 0
Sport

Após nova intervenção decisiva do VAR, Sport perde no Rio para o Fluminense por 1 a 0