Posse de bola é ponto a se evoluir para 2019, diz Camutanga

Zagueiro do Náutico acredita que pouco tempo de trabalho e falta de entrosamento prejudicaram time no jogo diante do Newell’s Old Boys/ARG

Camutanga, zagueiro do NáuticoCamutanga, zagueiro do Náutico - Foto: Léo Lemos/Divulgação/Náutico

A vitória do Náutico por 1x0 diante do Newell’d Old Boys/ARG, no amistoso de reabertura dos Aflitos, não mascarou alguns problemas que o time apresentou na primeira exibição da pré-temporada. Principalmente em um quesito: posse de bola. Após um gol logo nos minutos iniciais, o Timbu não conseguiu manter a pressão e ficou recuado demais perante as investidas do adversário. Para os próximos amistosos, contra o Treze (nos dias 22 de dezembro e 5 de janeiro), o zagueiro Camutanga chamou atenção para a necessidade de a equipe voltar a ditar o ritmo da partida.

“Precisamos voltar a ter a posse de bola. Quando Márcio Goiano (técnico) chegou, nós tínhamos isso na maioria dos jogos. No começo da pré-temporada passada também tivemos essa dificuldade nos jogos contra o Itabaiana/SE. Há muito a melhorar ainda. Faltam chegar algumas peças para compor elenco e vamos trabalhar para ter um ano de 2019 de sucesso”, indicou.

Um dos motivos para o pouco tempo com a bola nos pés foi a falta de entrosamento do time titular. Dos 11 que começaram jogando, apenas cinco atletas eram da base principal de 2018. Os outros chegaram neste ano, incluindo quatro atletas que estrearam entre os titulares no amistoso, casos de Rhaldney, Lucas Paraíba, Luis Felipe e Tiago.

“Subiram muitos atletas que ainda não tinham trabalhado com a gente. Faltou um pouco mais de entrosamento. O cansaço também pesou na queda de rendimento. Mas vamos trabalhar para nos entrosarmos com eles e com as peças que vão chegar ainda”, disse.

   DM

O médico João Bosco fez um resumo da situação clínica dos atletas que estão no departamento médico do Náutico. Além de Bruno, que se recupera de uma lesão no cotovelo, outros cinco atletas estão fora das atividades.

O atacante Rafael Oliveira se lesionou na primeira semana de treinamentos, com um problema na panturrilha. Já o zagueiro Rafael Ribeiro teve um desconforto na coxa. Sueliton e Jiménez se machucaram na semana que antecedeu o amistoso de reabertura dos Aflitos, ambos com problema no tornozelo. Mesma contusão de Joazi, sofrida diante do Newell’s Old Boys/ARG, no último domingo.

“Rafael Oliveira deve ir ao campo pela tarde para fazer um trabalho e saber se poderá ser liberado para a transição, assim como Sueliton e Jimenez. Rafael Ribeiro já está na transição, enquanto Joazi está com dor após uma entorse no tornozelo durante o amistoso. Ainda vamos avaliar a situação dele”, indicou.

Leia também:
Náutico aguarda retorno de pratas da casa Luiz Henrique e Robinho
Náutico busca maior valorização da marca no mercado

Veja também

Sport visita o Corinthians para se recuperar na Série A e encerrar jejum
Futebol

Sport visita o Corinthians para se recuperar na Série A e encerrar jejum

Vitória contra a Colômbia cria "casca" para a seleção brasileira, diz Tite
Copa América

Vitória contra a Colômbia cria "casca" para a seleção brasileira, diz Tite